segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Show INSTRUMENTAL Guinha Ramires, Pedro Loch e Rodrigo Lucio convidam Cristiano Forte

Pedro Loch, Rodrigo Lucio e Guinha Ramires

  Unindo três gerações e experiências diversas , essa será a segunda de uma série de apresentações com um especial e inédito encontro desses  grandes instrumentistas .
  A proposta é reunir um repertório que o trio Guinha Ramires ao violão midi, o guitarrista e violonista Pedro Loch e o contrabaixista Rodrigo Lucio. tem em comum no universo musical das cordas e juntar ao talento dos convidados.
  Todos os três, além de virtuosos instrumentistas são também compositores.
   
   Quem conhece o talento desses artistas, já sabe que essa noite promete ser muito especial.
Para quem ainda não conhece, está aí a oportunidade, não a perca
SExta-feira, 18 de dezembro 21h30, no Fado, Café e Gastronomia, que fica na Rua Manoel Severino de Oliveira, 564, na Lagoa da Conceição
 
Para ficar por dentro de informações sobre os artistas, outras datas e locais, confirme participação no evento do facebook .

SERVIÇO>
Sexta-feira, 18 de dezembro, 21h30
No O Fado, na Lagoa da Conceição
Rua Manoel Severino de Oliveira, 564
Couvert Artistico R$15,00 

Sobre oS MÚSICOS:

Guinha Ramires, músico “multi-instrumentista”, violonista, compositor, arranjador. Nascido em Carazinho/RS. Radicado em Florianópolis/SC, Lagoa da Conceição, desde 1982. Tornou-se, através do seu trabalho, uma das personalidades culturais mais conhecidas e reconhecidas entre os apreciadores e produtores artísticos/ musicais. E, também, por sua contribuição para a qualificação da sonoridade brasileira, principalmente instrumental.
É virtuoso músico. Sua marca registrada é a sofisticação rítmica aliada a uma técnica ímpar, criatividade na improvisação e carisma inconfundíveis.
https://www.facebook.com/Guinha-Ramires-252960261477607/
http://guinharamires1.wix.com/guinharamires

Rodrigo Lucio baixista profissional  catarinense, de Criciuma.
Aprendeu a tocar com seu pai ,primeiro o violão depois se interessou pelo baixo eletrico . Em 1998 foi para a Suica onde fez varias apresentacões em festivais tais como Montreux jazz , Paleo , viajou em turnes para a China com BConnected no estilo jazz instrumental também at atuou na Thailandia , Marrocos , Italia , França , Austria ,Belgica , Espanha,Portugal.

Pedro Loch é violonista/guitarrista, compositor e arranjador residente na cidade de Florianópolis, no sul do Brasil. Começou a tocar violão aos 13 anos e aos 17 passou a trabalhar profissionalmente com a música. Os caminhos da música o levaram a se especializar na linguagem do jazz e nos ritmos da música brasileira. 
Em 2012 graduou-se em licenciatura em música pela Universidade do Estado de Santa Catarina. Em 2011 estudou jazz na universidade americana Morehead State University, através de uma bolsa concebida pela CAPES.
Atualmente se dedica à música instrumental com os grupos Trama Trio e Kiabo Instrumental, além da canção brasileira, trabalhando constantemente ao lado do duo de cancioneiros Tatiana Cobbett e Marcoliva, todos trabalhos autorais. Além disso trabalha como compositor e instrumentista do espetáculo teatral Avessa, com direção de Rafael Orsi de Melo.

-- Informaçoes e contato Juliene Nunes 48 9107 4457
amplitude multimídia comunicação & arte -17 anos em 2015

Presépio da praça XV : A MORTE DE UMA TRADIÇÃO

A MORTE DE UMA TRADIÇÃO

A decoração de Natal na Praça XV bem que ficou bonita, muita luz, elementos de diversas culturas, esqueceram apenas do nosso PRESÉPIO NATURAL.

¨Iniciada pelo pesquisador e folclorista Franklin Joaquim Cascaes na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), a tradição de confeccionar um presépio rústico em tamanho natural para celebrar o Natal foi levada para a Praça XV de Novembro na década de 1970, por incentivo do museólogo Gelci José Coelho, o Peninha, que queria difundir a arte presepista de Cascaes.
Após a morte do pesquisador catarinense, em 1983, Peninha continuou o projeto por quase uma década e, a partir de 1993, a responsabilidade foi assumida por Jone Cezar de Araújo. Nessa época, o presépio natural da Praça XV de Novembro foi reconhecido como o mais original do mundo pelos integrantes do Congresso Mundial dos Presepistas, realizado na República Tcheca, organizado pela Un-Foe-Prae (Federação Mundial de Presepistas).”

Para quem não teve a oportunidade de conhecer, anexo uma foto de meu arquivo pessoal.



Paulo Roberto Witoslawski


quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Show da Orquestra Buena Vista Social Club acontece dia 13 de dezembro em FLORIPA



Apresentação da orquestra cubana será no dia 13 de dezembro, no P12, em Jurerê Internacional



Já está à vendas os ingressos para o show da orquestra cubana Buena Vista Social Club®, que acontecerá no dia 13 de dezembro, no P12, em Jurerê Internacional. O evento marca o lançamento de um novo produto do Jurerê Jazz, focado na temporada de verão. Trata-se do Jurerê Jazz Summer Session, que trará grandes atrações até o final de fevereiro para Jurerê Internacional.

Você pode adquirir seu ingresso pelo sitepelo site Eccopass (www.eccopass.com). Os ingressos custam a partir de R$ 150 (primeiro lote) e haverá camarotes (para 10 pessoas).

A organização aconselha os fãs a garantirem seus ingressos o quanto antes, pois no show promovido em maio eles se esgotaram em apenas 10 dias.

Este segundo show será realizado a pedido do público, que solicitou que o evento ocorresse novamente. “Devido ao enorme sucesso e a grande quantidade de pessoas que não conseguiram comprar ingressos para o show, o Jurerê Jazz se empenhou em trazê-los de volta e em dezembro o público terá novamente a oportunidade de assistir ao Buena Vista”, ressalta Abel Silva, organizador do Jurerê Jazz.

Para garantir o acesso de um número maior de pessoas ao espetáculo e ingressos mais acessíveis, desta vez ele vai ocorrer num local maior, o parador de praia P12, em Jurerê Internacional. A apresentação anterior ocorreu no CIC, com capacidade para apenas 906 espectadores.

Turnê “ADIOUS TOUR” - Em dezembro o Buena Vista Social Club® repetirá em Florianópolis o show da turnê de despedida Adios Tour, que foi realizado em maio na Capital e fez um grande sucesso.  A turnê representa a síntese de mais de 1.000 shows durante os últimos 16 anos, envolvendo mais de 40 músicos. Durante esse tempo, o grupo se converteu em uma big band customizada, dinâmica, onde músicos veteranos e mais jovens se combinam para celebrar com grande elegância a tradicional música cubana.


Sob a direção musical de Jesus “Aguaje” Ramos (líder da banda e trombonista), a formação do grupo conta com vários músicos que participaram no disco e filme Buena Vista Social Club, incluindo  Omara Portuondo (voz), o maestro Guajiro Mirabal (trompete) e o virtuoso Barbarito Torres (alaúde).

No palco estarão também alguns dos músicos que ao longo dos anos uniram-se ao projeto do Buena Vista Social Club®, como o veterano maestro Papi Oviedo, o prodígio pianista Rolando Luna, uma excelente seleção rítmica composta por Pedro Pablo (contrabaixo), Andrés Coayo (congas), Filiberto Sánchez (timbals) e Alberto ‘La Noche’ (bongos), um conjunto de trompetas de três músicos liderado pelo especialista em notas altas Luis Allemany, além dos celebrados Carlos Calunga e Idania Valdéz.

A orquestra é a evolução natural do grupo original que lançou o famoso recorde de vendas Buena Vista Social Club®, que ganhou um GRAMMY®. Sua formação continua incluindo vários dos artistas originais que participaram da histórica gravação do filme. Ao longo dos anos, lançaram muitos discos de grande sucesso e conquistaram outros grammys.


Sobre o Jurerê Jazz Summer Session – A apresentação da Orquestra Buena Vista Social Club® marcará o lançamento do Jurerê Jazz Summer Session, que promoverá shows mensais até fim de fevereiro no P12. Além dos músicos cubanos, outras atrações imperdíveis estão sendo cogitadas. Então, fique ligado que em breve teremos muitas novidades!

Sobre o Jurerê Jazz - Em 2010 o empresário e produtor Abel Silva teve a ideia de realizar um festival de Jazz em Jurerê Internacional. A primeira edição do evento foi realizada em 2011 e logo em seguida nasce a produtora de mesmo nome. Hoje, mais do que um festival pontual, o Jurerê Jazz é uma programação permanente de música em Florianópolis. A produtora também é um selo de discos com foco no mercado externo.

Serviço

O que: Jurerê Jazz Summer Session apresenta show com a Orquestra Buena Vista Social Club®“ADIOUS TOUR”
Quando: 13 de dezembro
Horário: 20h (a casa abre às 16h)
Onde: P12 em Jurerê Internacional – Florianópolis
Ingressos: Primeiro Lote a partir de R$ 100. (A meia entrada estará disponível apenas no P12)

Jazz for Lovers
fonte: http://www.jazzmanbrasil.com/2015/10/show-da-orquestra-buena-vista-social.html#.VmiCzXarSUk
 

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Projeto 12:30 recebe nesta quarta Mustache Maia


O som do blues retorna ao Projeto 12:30 através da voz do músico Mustache Maia nesta quarta-feira, 7 de outubro, às 12h30min. A apresentação, gratuita e aberta à comunidade, será realizada no Varandão do Centro de Comunicação e Expressão (CCE) da UFSC, em Florianópolis.
Mustache Maia WEB 600
Mustache Maia
Mustache Maia
Vocalista, baixista, compositor e letrista com 27 anos na estrada do blues. Natural de Porto Alegre (RS), o artista começou na cena musical gaúcha participando da antológica “Ecos do Mississipi”, uma das principais bandas que abriram as portas para o blues em 1988. Após a dissolução do grupo em 1990, Mustache reuniu nomes de peso para desenvolver um novo trabalho: a “Blues Band”. Nessa fase, foram realizados shows no Teatro de Câmara – POA, festivais e várias turnês pelo interior do estado. Como havia uma inflação de bandas com a terminação “blues band” surgindo no cenário portoalegrense, Mustache repensou a identidade e o nome da banda. Surge então a “Old Friend’s Blues”.
Com sua composição “Nego Blues”, o músico consegue a classificação da “Old Friend’s” em uma eliminatória de sua região e viu sua música ser gravada no CD do I Festival de Música de Porto Alegre, consagrando o blues como um estilo de música popular. Gravou também um show especial para a televisão (TVE/RS – Programa Palcos da Vida), que rendeu um CD e um DVD da apresentação.
Já em Florianópolis, Mustache foi convidado para fazer vocal e baixo na “Floripa Blues Band”, do guitarrista argentino Léo Vazquez, banda influenciada por ritmos tradicionais, como o shuffle. Decide então montar uma nova “Old Friend’s Blues” tendo seu velho companheiro Pé Lopes na bateria e Armandinho de Floripa na guitarra.
Em Agosto de 2001, no Tim Blues Festival, Mustache participou com a “Old Friend’s Blues” e como convidado da “Floripa Blues Band” dos shows nas casas de espetáculo que faziam parte do festival. Na última noite no teatro do CIC, tocou ao lado de “Big Gilson – Big Allanbik” e convidados no tributo a John Lee Hooker. Já em 2002, junto com seu amigo Jorge Hornos, elaborou o “Projeto Lendas do Blues”, o qual consiste em shows especiais sobre grandes artistas do blues negro norte-americano (Tributo a Freddie King, Tributo a Albert King, Tributo a Muddy Waters, Homenagem a Buddy Guy e B.B King já realizados com sucesso).
Convidado por Sérgio Duarte, gaitista de São Paulo, Mustache também participou do IV Harmônica e Blues, fazendo o vocal para gaitistas que não cantavam, no palco do Mr. Blues. Como produtor, fez o Encontro do Blues Ilhéu (4 Edições), Merco Blues (2 edições), Floripa Blues Festival (2 Edições), Quintas Summer Blues (2 Edições) e o Summer Blues (2 edições) que já está consolidado há 2 temporadas de verão.
Projeto 12:30
Realizado pelo Departamento Artístico Cultural (DAC) da Secretaria de Cultura (SeCult) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), o Projeto 12:30 apresenta atrações culturais gratuitas, como música, dança e teatro, às quartas-feiras (no período letivo), no Varandão do CCE da UFSC. Este ano, o projeto acontece quinzenalmente.
Artistas e grupos interessados em se apresentar no projeto, dentro do campus da UFSC, em Florianópolis, devem entrar em contato com o DAC através dos telefones (48) 3721-9447 / 3721-3853 ou por e-mail, enviando mensagem para 

SERVIÇO:
O QUÊ: Mustache Maia
ONDE: Projeto 12:30, no Varandão do CCE, Praça da Cidadania, Campus da UFSC, Trindade, Florianópolis-SC.
QUANDO: 7 de outubro de 2015, quarta-feira, às 12h30min.
QUANTO: Gratuito e aberto à comunidade.
CONTATO: Projeto 12:30 – Departamento Artístico Cultural (DAC) / Igrejinha da UFSC, Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC (48) 3721-2497, 3721-9447 ou 3721-3853 – www.dac.ufsc.br
MUSTACHE MAIA: 
Joelson Cardoso/Estagiário de Jornalismo/DAC/SeCult/UFSC

PROGRAMAÇÃO ESPECIAL MARCA CENTENÁRIO DO FORTE MARECHAL LUZ, EM SÃO FRANCISCO DO SUL


Nos dias 11, 15 e 16 de outubro uma programação especial marca o Centenário do Forte Marechal Luz, em São Francisco do Sul, Santa Catarina. Palestras, a abertura da exposição itinerante sobre o sistema defensivo de Santa Catarina, a apresentação do livro "As Defesas da Ilha de Santa Catarina e do Rio Grande de São Pedro em 1786″ e o cerimonial no Forte Marechal Luz fazem parte da programação do evento organizado pela Prefeitura Municipal de São Francisco do Sul, pelo Projeto Fortalezas da Universidade Federal de Santa Catarina e pelo Comando do Forte Marechal Luz. O evento, que é gratuito e aberto à comunidade, conta ainda com o apoio do Instituto Federal Catarinense, Exército Brasileiro, Marinha do Brasil, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Associação Brasileira de Velejadores de Cruzeiro e Museu do Mar.
Um cruzeiro para velejadores, saindo de Paranaguá, no Paraná, em direção a São Francisco do Sul, abrirá o evento, no dia 11, domingo.  Mais informações sobre o trajeto e o regulamento para participação podem sem acessadas no site da Associação Brasileira de Velejadores de Cruzeiro (ABVC).
Confira aqui a Programação Completa do Centenário do Forte Marechal Luz.
 Sobre o Forte Marechal Luz:
Forte Marechal Luz está localizado na ponta e morro de João Dias (Morro do Forte), na barra norte da Baía da Babitonga, em São Francisco do Sul, no litoral norte do Estado de Santa Catarina. O forte foi inaugurado no dia 21 de dezembro de 1915, embora a ideia de sua construção já existisse desde 1822, incitada pela Câmara Municipal de São Francisco do Sul. A Instituição pedia a criação de uma "Companhia de Artilharia", para fortificar os morros de João Dias, Sumidouro, Ponta da Cruz, Hospício e demais pontos "ameaçados pelos castelhanos". Entretanto, somente em 1909 as terras necessárias à sua construção foram adquiridas pelo Governo Federal, iniciando-se nesse ano a sua construção.



Outras informações sobre o Centenário do Forte Marechal Luz:
Museu Histórico de São Francisco do Sul
Telefone: (47) 3444-5443

Outras informações sobre as fortalezas mantidas pela UFSC estão disponíveis em www.fortalezas.ufsc.br. Para conhecer melhor as demais fortificações de Santa Catarina, do Brasil e de diversos outros países, acesse o Banco de Dados Internacional Sobre Fortificações, plataforma digital disponível em www.fortalezas.org
(Para não receber mais nossas mensagens, envie uma solicitação de remoção para o e-mail: roberto.tonera@ufsc.br)

22º Festival Isnard Azevedo abre inscrições para oficinas teatrais


A Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes já está recebendo inscrições para quatro oficinas gratuitas a serem realizadas durante o Floripa Teatro – 22º Festival Isnard Azevedo, que acontece de 17 a 25 de outubro, em diferentes espaços na Capital. As atividades serão ministradas por integrantes de grupos teatrais de Buenos Aires (Argentina), Roma (Itália) e Boyacá (Colômbia), e por um convidado do Rio de Janeiro (Brasil), que participam da programação do evento. Interessados podem se inscrever pela internet até dia 10 de outubro.
Serão oferecidas oficinas de improvisação teatral; ações e performances urbanas; biodrama; e laboratório de crítica teatral. As ações formativas abrangem áreas de interesse para atores, técnicos, produtores, diretores, e estudantes de teatro, entre outros públicos, com vagas limitadas de 10 a 20 participantes, dependendo da especificidade de cada tema.
A programação do Floripa Teatro 2015 contempla espetáculos em diferentes linguagens teatrais para faixas etárias variadas, lançamento de livro, exibição de vídeos, palestras, oficinas e debates performativos.  Durante nove dias, o festival vai reunir em Florianópolis 47 grupos e coletivos teatrais de sete estados do Brasil e três participantes internacionais (Argentina, Colômbia e Itália), totalizando 104 atividades gratuitas oferecidas em diferentes espaços da cidade. A agenda das apresentações e as ementas das ações formativas podem ser consultadas no site do evento (www.floripateatro.com.br).  

Serviço:

O quê: Inscrições para Oficinas do Floripa Teatro – 22º Festival Isnard Azevedo
Quando: até dia 10 de outubro
Onde: inscrições por e-mail (confira lista)
Quanto: gratuito

AÇÕES FORMATIVAS / OFICINAS


Laboratório de Crítica Teatral
(Daniela Ávila Small - Rio de Janeiro/Brasil)
14 a 23 de outubro - 14 às 17 horas
Museu da Escola Catarinense (Mesc)
Rua Saldanha Marinho, nº 196 – Centro
Inscrições: até 10 de outubro, pelo e-mail avila.daniele@gmail.com
                  Lista de selecionados será divulgada no dia 13 de outubro de 2015


Oficina de Improvisação Teatral
(Ricardo Behrens - Buenos Aires/Argentina)
19 e 20 de outubro - das 9 às 12h e das 14 às 18h 
Museu Victor Meirelles / Sala Multiuso
Rua Victor Meirelles, nº 59 – Centro

Oficina de Ações e Performances Urbanas

(DOO – Divano Occidentale Orientale - Roma/ Itália)

19 a 23 de outubro - das 9 às 12h
Teatro da UBRO
Rua Pedro Soares, nº 15 – Centro


Oficina Biodrama
(Beatriz Camargo -Teatro Itinerante del Sol - Boyacá/Colômbia)
19 a 22 de outubro - das 9 às 12h
Auditório da Casa da Memória
Rua Padre Miguelinho, nº 58 – Centro

Inscrições: até 10 de outubro, pelo e-mail programacao.ffc@gmail.com
                Lista de selecionados será divulgada no dia 15 de outubro de 2015


Assessoria de Imprensa do Floripa Teatro - 22º Festival Isnard Azevedo

Carla Lins
Atre Comunicação Personalizada
(48) 8836-2774 ou (48) 3024-7221

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Mercado no domingo terá pratos promocionais


Sete pratos típicos, à base de frutos de mar, estarão no cardápio durante todo o dia

foto/divulgação: Sergio Vignes

Camarão da estação no Box 4 na Ala Sul
Com muita música, gastronomia e preços acessíveis, o próximo domingo (6) vai entrar para a história da Capital como o primeiro em que o Mercado Público estará aberto, funcionamento plenamente. Sete pratos da culinária típica de Florianópolis, feitos com frutos do mar, serão disponibilizados a preços especiais durante o dia, numa parceria entre a Prefeitura, a Associação de Comerciantes do Mercado Público e os boxes do local.

Espaguete ao molho de berbigão, salmão ao molho de manga com arroz cremoso e açafrão, peixe ao molho de camarão com acompanhamentos, lula à dore, camarão da estação, sanduíche e chope são algumas das opções para até duas pessoas. Os preços variam de R$ 20,00 a R$ 40,00 em diversos boxes do Mercado.

Segundo Celio Salles, representante da Associação de Comerciantes do Mercado Público, apenas um mês após a total abertura do comércio local é possível ver a satisfação do público e dos comerciantes com a variedade de produtos oferecidos e com o número de visitantes. “Queremos tornar o Mercado Público cada vez mais acessível para a população, com as programações musicais na quinta, sexta, sábado e primeiro domingo do mês, além dos pratos promocionais. A ideia é implementar esses preços especiais também nos dias de semana”, disse.

Transporte gratuito

Durante o dia, transporte gratuito será oferecido para levar e buscar os visitantes até o Mercado. A ideia é proporcionar tanto para moradores como turistas um dia único para conhecer o local histórico.

“O dia foi pensando para aquelas pessoas que trabalham no sábado ou por algum motivo ainda não puderem conhecer o novo Mercado Público. Sabemos que às vezes até o valor da passagem pesa no bolso, então a linha até o local não terá custo nenhum. Será um dia único na história da cidade”, afirmou o prefeito Cesar Souza Junior.

As linhas são especiais para quem está vindo para o Mercado e voltando para casa. Por isso, não haverá embarque ou desembarque em outros locais a não ser no Largo da Alfândega. O itinerário é o mesmo das linhas do Madrugadão, e serão dois horários de saída do bairro pela manhã e dois à tarde.

As linhas especiais que circulam no domingo, dia 6:

- Norte da Ilha/Mercado Público (mesmo itinerário da linha 200 – Madrugadão Norte)
- Leste da Ilha/ Mercado Público (mesmo itinerário da linha 300 – Madrugadão Leste)
- Sul da Ilha/ Mercado Público (mesmo itinerário da linha 500 – Madrugadão Sul)
- Continente/Mercado Público (mesmo itinerário da linha 600– Madrugadão Continente)

Obs: o itinerário completo destas linhas pode ser acessado pelo aplicativo app.fenix ou pelo site www.pmf.sc.gov.br/serviços - horários de ônibus

Horários no domingo

As linhas do Norte, Leste e Sul da Ilha irão circular nos seguintes horários:
Saídas do Bairro: 8h30 / 11h30 / 14h30 / 17h40
Saídas do Centro: 10h / 13h / 16 h/ 19h
A linha do Continente sairá nos seguintes horários:
Saídas do Centro*: 9h30/ 12h30 / 15h30/ 17h / 19h
*esta linha é circular, portanto não há horário fixo para sair do bairro.

Pratos promocionais:

- Vai quem Quer (Box 2 - Ala Norte): Espaguete ao Berbigão do Boca (prato individual) - R$20,00
- Rancho da Ilha (Box 37 - Ala Sul): Salmão Rancho da Ilha, ao molho de manga com arroz cremoso e açafrão (para duas pessoas) - R$ 38,00
- Colher de Pau (Box 6 - Ala Norte): Peixe ao molho de camarão com acompanhamentos (refeição para duas pessoas): R$ 40,00
- Beer Boss (Box 14 - Ala Norte): porção de Lula à dore + 2 chopps Stella Artois: R$ 40,00
- Box 32 (Box 4 - Ala Sul): Camarão da estação (porção aperitivo 350 g): R$ 29,00
- Balcão Mané (Box 1 - Ala Sul): um sanduíche du Vendaval mais uma caldereta chopp: R$ 40,00
- Gregório Gelateria (Box 7 - Ala Norte): Gelato Morango 0% lactose com Floresta Negra (copo G) + coca 250 ml: R$ 16,00

Serviços Mercado


SEGUNDA A SEXTA-FEIRA
Lojas e peixarias – das 7h às 19h
Bares e restaurantes – até às 21h podendo ir até às 22h
Música ao vivo – quinta e sexta, a partir das 19h até às podendo ir até às 22h.


:: SÁBADOS

Lojas e peixarias – das 7h às 14h, podendo ir até às 17h à critério do comerciante
Bares e restaurantes – das 7h até às 17h , podendo ir até 19h, à critério do comerciante
Música ao vivo – a partir das 13h até 17h podendo ir até 19h dependendo do movimento


:: DOMINGOS (apenas o primeiro domingo de cada mês)

Lojas, bares e restaurantes – das 7h às 17h
Música ao vivo – das 11h às 17h

fonte: PMF