quarta-feira, 30 de maio de 2012

Juliana Moura cheia de bossa no meio dos bambas NO NEIDE IN BRAZIL-FLORIPA

Com o show "Meus Balagandans" estará fazendo frente ao grupo de músicos convidados que fizeram parte de sua história quando viveu e cantou em Florianópolis, numa deliciosa noite de música bem brasileira: 

Reizinho - violão
Lê do pandeiro - percussão
Ney Platt- Sopros 
Juliana Moura é uma cantora de belíssima e afinada voz, tendo como referência sua presença marcante de palco. Em seu repertório refinado e de extremo bom gosto, Juliana apresenta o que há de melhor no cancioneiro brasileiro, trazendo a mistura fina do samba e da bossa nova, do choro ao bolero.
Iniciou sua carreira cantando com Adão Pinheiro (pianista da Banda Jazz 6 do escritor e músico Luís Fernando Veríssimo), chegando a se apresentar com a banda, na Cúpula do Café Majestic, na Casa de Cultura Mário Quintana em Porto Alegre. Gaúcha, desde seus 11 anos de idade viveu em Florianópolis onde fez vários trabalhos como ‘’O DIA NACIONAL DO SAMBA,’’ em 02 de dezembro de 2008. Musicais adaptados da Broadway. Já morando no Rio de Janeiro, foi convidada no show de Rodrigo Piva "Na Garganta do Artista", onde cantou musicas do artista e composições do maestro Cristovão Bastos que a acompanhou ao piano do no Teatro Álvaro de Carvalho. Sua escola musical foi na noite, nos bares de Porto Alegre e Florianópolis, do piano bar as rodas de samba.
Hoje mora no Rio de Janeiro, alcançando novos rumos em sua carreira. Recentemente se apresentou no Carioca da Gema (Homenagem a Nelson Cavaquinho) com Paulão Sete Cordas e Grupo Pé de Moleque, Lapa (reduto do samba carioca). Atualmente está no projeto de seu primeiro cd com composições de grandes nomes de nossa musica popular brasileira.
Juliana Moura vem a Florianópolis com um novo show intitulado ''Meus Balangandans''. Juju, como é conhecida em nossa cidade, usa e abusa de suas pulseiras, brincos e colares, sendo assim escolhido o nome deste trabalho.

SERVIÇO:
Horário: 1 junho 2012 às 21:30
Rua: Avenida Campeche, altura do nº 2765 - Rua Nicolau João de Abreu esquina com Rua Otávio Cruz
Cidade: Florianópolis/SC
Telefone: 48 32374245
Organização: Juliene Nunes

terça-feira, 22 de maio de 2012

Grupo Engenho no Teatro Pedro Ivo


E entre os convidados da noite, Neco - do Rancho do Neco! Pela primeira vez, Neco subirá ao palco para cantar com eles a memorável música "Lagoa da Conceição".

Agenda Semanal Bar dos Açores

Show Bossa Nova no Café da Corte

Denise de Castro (piano e voz), Silvia Beraldo (sax e flauta), Carol Miranda (bateria) convidam o violoncelista Fred Malverde
para um show especial com os clássicos da bossa nova. No repertório músicas como Chega de Saudade, Desafinado, Você e Eu, Garota de Ipanema e outras bossas .
 
Serviço:
Show Bossa no Café da Corte
Dia 24 de maio-21h
Café da Corte-centro histórico de São José
couvert: R$10,00
Reservas: (48)  3259-9915

terça-feira, 15 de maio de 2012

sexta-feira, 4 de maio de 2012

5ª Feira Catarinense do Livro de 2 a 12 de Maio de 2012




5ª Feira Catarinense do Livro de 2 a 12 de Maio de 2012 - Largo da Alfândega - Florianópolis

Programação Cultural

02/05/12 - Das 17 às 20h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
03/05/12 - 15h - Poesia ao Pé da Lua – intervenção poética – com Clã dos Nobres Arteiros - Pelos corredores da Feira
03/05/12 - Das 17 às 20h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
04/05/12 - Das 17 às 20h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
04/05/12 - Das 17 às 20h - Livro: "A Escola da República: os grupos escolares e a modernização do ensino primário em Santa Catarina (1911-1918)" - Autores: Gladys Mary Ghizoni Teive e Norberto Dallabrida
Editora Mercado de Letras, Campinas, São Paulo - Escritores
04/05/12 - 19h - Grupo de Dança – Colégio Criativo - Palco
05/05/12 - Das 9 às 12h - Intervenção Teatral com o Grupo de Teatro Vanguarda - Pelos corredores da Feira
05/05/12 - Das 9 às 14h - Lançamento e Sessão de Autógrafos – Livro O Feijãozinho Falante - Escritores
05/05/12 - Das 9 às 14h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
05/05/12 - 15h - Poesia ao Pé da Lua – intervenção poética – com Clã dos Nobres Arteiros - Pelos corredores da Feira
08/05/12 - 15h - Poesia ao Pé da Lua – intervenção poética – com Clã dos Nobres Arteiros - Pelos corredores da Feira
08/05/12 - 16h - Grupo de Dança Cigana - Palco
08/05/12 - 19h - Grupo de Dança – Colégio Paulo Freire - Palco
09/05/12 - 15:30min - Grupo de Dança – Colégio Primeiro Degrau - Palco
10/05/12 - 15h - Poesia ao Pé da Lua – intervenção poética – com Clã dos Nobres Arteiros - Pelos corredores da Feira
10/05/12- Das 17 às 20h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
11/05/12 - Das 17 às 20h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
12/05/12 - Das 9 às 14h - Lançamento e Sessão de Autógrafos dos livros do escritor Moacir Lisboa da Costa - Escritores
12/05/12 - 10:30min - Coral Infanto Juvenil Colégio Nossa Senhora de Fátima - Palco
12/05/12 - 11:30min - Dança com Estúdio de Ginástica e Dança Santa Catarina - Palco



quarta-feira, 2 de maio de 2012

Homenagem ao Zininho no Coisas de Maria João

No mês em que o Poeta da Ilha completaria 83 anos, o Coisas de Maria João abre suas portas para reverenciar Zininho, relembrando a obra deste grande artista catarinense. A cantora Cláudia Barbosa, juntamente com Denise de Castro (piano e voz), Gilson Duarte (bateria) e Marco Aurélio (trombone) apresentam um show com as canções da relevante obra deste compositor e com músicas de outros grandes compositores brasileiros que acompanharam a vida do poeta nas rádios e nos palcos, como Noel Rosa, Cartola, Ary Barroso, Lupcínio Rodrigues e outros.

SERVIÇO: 
QUANDO: dia 10 de maio, quinta feira.
HORA: 21 hs.
ONDE: Coisas de Maria João 
QUEM: Cláudia Barbosa (voz), Denise de Castro (voz e piano), Marco Aurélio (trombone), Gilson "Baixinho" Duarte (bateria)
REPERTÓRIO: Músicas de Zininho e de outros grandes compositores da época, como Noel Rosa, Cartola, Ary Barroso, Lupcínio Rodrigues e outros. 
COUVERT: R$10,00
 
 
 
ZININHO:
 
O poeta da rosa, do sorriso, da saudade...
 
Assim como a Bahia tem Caymmi, Recife tem Capiba e Porto Alegre teve Lupcínio Rodrigues como seus mais genuínos porta-vozes musicais, a ilha de Santa Catarina tem Zininho. Criador do "Rancho do Amor à Ilha" e de outras expressivas composições, nascidas sob a inspiração das musas ilhoas, Zininho é unanimemente reconhecido como o poeta popular mais identificado com "este pedacinho de terra perdido no mar".
Ele nasceu há 63 anos em Três Riachos, distrito de Biguaçú, recebendo o nome de Cláudio Alvim Barbosa. A sua infância foi passada nas imediações do largo 13 de Maio, mítico local hoje apenas existente na memória da cidade tendo como cenário o velho casario da rua Menino Deus e as mansas ou turbulentas (quando ventava) águas da Baía Sul. Na adolescência transferiu-se para o Balneário, no Estreito, com suas chácaras arborizadas, à beira da Baía Norte, ainda não poluída.
Ligado desde jovem a atividades radiofônicas, Zininho foi um dos sustentáculos das antigas rádios Guarujá e Diário da Manhã, na era de ouro do rádio florianopolitano, entre as décadas de 40 e 60. Nessas duas emissoras ele fez de tudo um pouco, sendo um verdadeiro homem dos 7 instrumentos: foi cantor, rádio ator, sonoplasta, técnico de som e produtor. Possui até hoje um verdadeiro arquivo sonoro.
Mas sua veia criativa-musical que o associou indissoluvelmente à cidade ilha. Compôs mais de cem músicas (nem ele sabe quantas), a maioria sambas, sambas-canções e marchinhas carnavalescas. Entre as suas criações mais conhecidas figuram "O Largo 13 de Maio" (um tributo à sua juventude), "A Magia do Morro", "A Rosa e o Jasmim", "Quem é que não chora" e "Princesinha da Ilha". Além de é claro, do "Rancho do Amor a Ilha", já incorporada às tradições da cidade.

Flagrantes do Rancho do Neco

Neste domingo (dia 29 de abril), o Rancho do Neco, como sempre, foi um encontro entre amigos com muito samba e alegria.









  



Fotos: Paulo Roberto e Solange Silva