segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Festival de música da UFSC






quinta-feira, 26 de agosto de 2010

FINAL DE SEMANA TEM FESTIVAL DE MÚSICA NA UFSC

I Mostra Musical, com os músicos selecionados pelo Festival vai tomar conta da Praça da Cidadania da UFSC no sábado e domingo (28 e 29). Organizadores prometem espetáculo de alta qualidade



O palco, na Praça da Cidadania, em frente à Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina, começa a ser montado na quinta-feira. A ordem das apresentações e os detalhes técnicos já foram acertados com as bandas. Está tudo preparado para o campus universitário se tornar, neste final de semana, território livre da música, com a realização da I Mostra Musical, que vai apresentar os 20 artistas selecionados pelo Festival de Música da UFSC – Edição 50 anos, promovido pela Secretaria de Cultura e Arte. A diversidade de estilos, a mistura de ritmos clássicos e modernos e o caráter experimental das composições premiadas devem garantir um espetáculo ousado e de qualidade, segundo os organizadores.



Como parte das comemorações alusivas aos 50 anos da universidade, a Mostra em caráter não competitivo inicia as 16 horas e vai até 22 horas nos dois dias. Metade das músicas será apresentada no sábado, 28, e a outra metade no domingo, 29, de acordo com a ordem estabelecida pelo sorteio entre os autores. Para premiar o público com mais música produzida na Ilha, duas bandas profissionais vão encerrar a programação: no primeiro dia, a Sociedade Soul (soul e funk inspirados nos anos 70) e no segundo a Dazaranha (rock nacional). “Organizamos o evento de modo a trazer uma representação do melhor potencial artístico nessa área na Grande Florianópolis”, diz Maria de Lourdes Borges, secretária de Cultura e Arte.



Em reuniões com os músicos selecionados, o coordenador do evento, Marco Valente, repassou às bandas as orientações necessárias para garantir a qualidade técnica do espetáculo e da captação de vídeo, áudio e sonorização. Esse cuidado visa, segundo ele, preparar a gravação do CD e DVD ao vivo com as composições vencedoras, a partir da captação de som e imagem durante o evento e finalização posterior em estúdio. A gravação terá nível profissional, com a contratação de empresas especializadas do mercado de áudio e a direção de vídeo do cineasta Zeca Pires.



Maxixe, rock, MPB, pop, bossa nova, reggae, chorinho, baião, samba, habanera, música erudita e instrumental, e até uma canção em francês fazem parte do repertório escolhido. O resultado premia a excelência técnica e a inovação artística, considerando a qualidade de composição, de estilo, de execução, de interpretação e das construções harmônicas e melódicas. “A comissão de seleção manteve um alto nível de exigência para dar visibilidade ao talento e à pesquisa musical, mas preservou o ecletismo, sem fazer nenhum tipo de discriminação a gênero ou ritmo”, pontua Valente, que é também coordenador do Projeto 12:30, do Departamento Artístico Cultural da UFSC.



CRONOGRAMA DE APRESENTAÇÃO:

Entre os vencedores estão músicos profissionais e amadores de Biguaçu, São José e de vários bairros de Florianópolis, a maioria jovem e estudante do sexo masculino de universidades e áreas do conhecimento diversas. As músicas e os compositores selecionados entre um total de 47, por ordem de apresentação: 1. É uma habanera?, de Willian Fernandes de Souza, 2. Eucaliptos ao vento, de José Otávio de Caldas Rosa, 3. Olhos Negros, de Naya Rodrigues, 4. Na Sorte ou no Azar, de Eduardo Wagner, 5. Aqui estou Eu, de Kristian Korus, 6. Fille Faille, de Isabelle Quimper, 7. Arbusto, de Fernando Rocha da Silva, 8. Escolha, de Jairo André Portela de Oliveira, 9. A Nova Casa, de Lucas Nunes Quirino e 10. Humungus, de Gabriel Felipe Horbatuik Dutra.



No segundo dia se apresentam: 1. Festa da 991, de Tiago Brizolara da Rosa, 2. Cabra da Peste, de Eduardo Hector Ferraro, 3. Jurema, de Francisco Muleka Ngoy; 4. Frio, de Jean Marcelo Mafra, 5. Décimo Andar, de Erlon Evaldo Graboviski, 6. Sensato, da Banda Somato, 7. Impossível, de Thiago José, 8. Touro, da Banda Blame, 9. Carpe Diem, da Banda Jeremias Sem Cão, 10. Ninguém Merece, de Denise de Castro.



Raquel Wandelli (jornalista, SeCarte)

Contatos: (48) 99110524 - 37219459

raquelwandelli@gmail.com

raquelwandelli@reitoria.ufsc.br



www.secarte.ufsc.br

MESA-REDONDA SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS ACONTECE NESTA SEXTA-FEIRA

Como criar consensos para a governança da mudança climática? Esse vai ser
o tema da mesa-redonda a ser realizada na próxima sexta-feira, 27/8,
às 14h, no auditório do Centro Tecnológico (CTC) da Universidade
Federal de Santa Catarina (UFSC). A atividade será coordenada pelo
professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política, Héctor
Leis, e faz parte das comemorações de 50 anos da Universidade.

O encontro pretende discutir de que forma as diversas áreas do
conhecimento podem estabelecer um consenso sobre o problema da mudança
climática, com um enfoque especial nos campos científico e político,
uma vez que as decisões nessas áreas repercutem no Brasil e no exterior.

Com os efeitos da mudança climática cada vez mais discutidos nos meios
de comunicação, nas pesquisas acadêmicas e na esfera pública, a
programação alerta para que haja consenso na governança dos campos
mencionados. Os convidados são os professores Arlindo Philippi Jr, da
Universidade de São Paulo, Carlos Afonso Nobre, coordenador do Centro
de Ciência do Sistema Terrestre, do INPE, e Eduardo Viola, professor
do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília. O
evento é gratuito e aberto ao público.

Informações: hector.leis@gmail.com

Por Claudia Mebs Nunes/ Bolsista de Jornalismo na Agecom

Um Crime na Calada da Noite deixa mais uma Lacuna na História de São José





No ultimo dia 22 de agosto, no domingo, um crime bárbaro e covarde foi efetuado contra a história de São José. Na calada da noite, o Casarão no século XIX situado na Rua Getúlio Vargas (em frente do Corpo de Bombeiros), que serviu de armazém para agricultores do interior do município fazerem o transporte marítimo de sua produção até o Mercado Público, numa época que não existiam pontes ou estradas, foi completamente destruído e terraplanado.

O edifício, tombado pelo Patrimônio Histórico do Município sob o Decreto nº 18.705/2005 era protegida pelas leis vigentes, e sua derrubada constituiu um crime contra o Patrimônio Público, previsto pela Lei 4.429/2006.

É triste viver numa cidade que não valoriza sua história. São José conta hoje com mais de 200.000 habitantes, com um adensamento urbano entre os maiores do estado, é no mínimo inexplicável de o porquê as 22 edificações tombadas, sendo grande parte prédios públicos
e apenas 10 propriedades particulares (a exemplo do antigo casarão), serem sempre alvo predileto da ganância e da especulação imobiliária.

Pedimos a todos que divulguem esse e-mail, uma vez que a infelicidade deste ato prejudica 200.000 pessoas. As medidas judiciais cabíveis já estão sendo tomadas e o proprietário deverá ser autuado nos próximos dias. Por favor, nos ajudem a acionar o Ministério Público para uma que uma barbaridade com as leis e a história de nossa cidade não sirvam para enfeitar apenas as laudas e postais.
____________________________________________

Sônia Regina Adão
Assessora Administrativa da reitoria do IFSC
(048) 38779005 - 84788489

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Juju Moura e Guinha Ramires no Coisas de Maria e João

Neste sábado, 28/08, Juju Moura e Guinha Ramires apresentam o show Cotidiano no Coisas de Maria João.
Onde fica?
Rodovia Gilson da Costa Xavier, 1172 ( Estrada Geral do Sambaqui).
Horário: 21:00 hs
Couvert: R$ 10,00
Reservas pelo fone: 3209-9562

Bom Partido Convida


Quinta com Jazz no Cafe Del Sur

Space Jazz Trio, é composto pelos músicos: Rafael Thomazzoni (piano), Wesley Risso (guitarra) e Fernando Bailão (guitarra), que fazem releituras da música brasileira e do jazz, com muita originalidade e brasilidade.
Data: 26/08/2010
Horário: 21:30 hs
Couvert: R$ 4,00
End: Rua João Pio Duarte Silva, 94 - lojas 07-08 (Estrada Geral do Córrego Grande)
Reservas: 3206 15 36/ 9121 15 36
Fonte:
Fernanda Cademartori
55 (48) 9121 15 36

terça-feira, 24 de agosto de 2010

TVT entra no ar com promessa de dar voz aos trabalhadores

TVT entra no ar com promessa de dar voz aos trabalhadores
24/8/2010

Entrou no ar às 18h59 desta segunda-feira, 23 de agosto, um minuto antes do programado, a TVT (TV dos Trabalhadores).

A cerimônia de abertura contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins, do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, e do presidente da CUT, Artur Henrique, entre outros.

A emissora, que a princípio terá uma hora e meia de programação inédita de segunda a sexta-feira, dedicando os demais horários a reprises e ao conteúdo da TV Brasil, é uma antiga reivindicação dos metalúrgicos do ABC

A história da TVT, contada na edição 50 da Revista do Brasil, é marcada por sucessivas negativas aos pedidos de concessão de uma frequência.

Em 2009, por fim, os trabalhadores conseguiram ter o pedido atendido. O resultado é a emissora que, como enfatizaram todos os presentes, terá uma programação voltada aos interesses da sociedade.

"Queremos um projeto de comunicação que não seja simplesmente alternativo, mas retrate uma realidade que não está na TV convencional. O mundo do trabalho sequer é retratado na TV", destacou Valter Sanches, diretor de comunicação do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e presidente da Fundação Sociedade Comunicação, Cultura e Trabalho, que dirige o projeto.

Ele enfatizou que a página da emissora na internet terá espaços abertos para a participação dos espectadores, uma tentativa de abrir um canal de diálogo com a sociedade.

A mensagem foi reforçada por vídeos institucionais nos quais, em gravações antigas ou recentes, os metalúrgicos pediam uma televisão que retratasse "a visão do trabalhador, e não a do patrão".

Na mesma mão foi o ministro Franklin Martins, que entende que é fundamental que a TV seja inaugurada em um momento em que a comunicação faz uma transição para uma nova era, na qual deixa de existir uma massa passiva que consome o jornalismo para haver a criação de um público que também é capaz de produzir informação. "Tenho extremo otimismo pelas possibilidades do que se pode fazer."

O presidente Lula também demonstrou entusiasmo. Doador da primeira câmera da TVT, ainda no tempo da ditadura, ele destacou que a inauguração dá um novo vigor à liberdade de imprensa e que o respeito às diferentes vozes é um dos conceitos da democracia plena. "A estreia da TVT é um dos episódios importantes e simbólicos da história recente da República."

Desafios
Os discursos da noite lembraram a longa trajetória da televisão, iniciada na reunião com o então ministro das Comunicações, Antonio Carlos Magalhães, em 1987. Como todos reforçaram, o trecho da Constituição de 1988 que prevê pluralidade nas concessões de televisões, com representações dos diferentes grupos da sociedade, caiu em esquecimento.

Tereza Cruvinel, diretora-presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), responsável pela TV Brasil, ponderou que a televisão aproxima-se de seu sexagésimo aniversário de chegada ao país sem de fato contemplar todas as posições. "É um bem público que serviu apenas à exploração da TV comercial, que deixa de fora de sua grade uma série de conteúdos, uma série de vozes que não se expressam."

O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, ex-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, tributou a Lula a conquista dos trabalhadores. "Não se preocupem com a TVT. Não queremos tirar o lugar de absolutamente ninguém. O que queremos é o direito de dar voz a quem constroi este país e muitas vezes não tem voz", afirmou, sob aplausos.

Para o presidente, apesar da longa trajetória de luta, o que ocorreu nesta segunda-feira foi a parte mais fácil: o difícil será convencer as pessoas de que vale a pena ver a TVT, transformando-a em sinônimo de qualidade.

"Agora temos que provar que valeu a pena lutar 23 anos para ter uma TV (…) Queremos ter conteúdo, queremos ter qualidade e queremos informar o povo com mais isenção do que até agora está sendo informado", destacou Lula.

Com orçamento inicial de R$ 15 milhões para os primeiros três anos, a TVT terá programas inéditos, incluindo um telejornal, de segunda a sexta entre 19h e 20h30. As emissoras próprias em São Paulo (UHF 48) e no Rio de Janeiro (UHF 26) garantirão cobertura às duas regiões metropolitanas.

Além disso, parcerias foram firmadas com canais comunitários para transmissões em TV aberta e a cabo. A sintonia de cada região e a programação podem ser conferidas pelo site da TVT (www.tvt.org.br/portal).

(Fonte: João Peres - Rede Brasil Atual )

Associação Cultural Baiacu de Alguém inaugura Cine Clube Pescadores de Cultura

ATENÇÃO COMUNIDADE DO DISTRITO DE SANTO ANTONIO DE LISBOA:

Toda comunidade que engloba o nosso distrito de Santo Antonio de Lisboa (Ponta do Sambaqui, Sambaqui, Barra, Barreira, Cacupé, Caminho dos Açores e o centrinho de S.Antonio), terá a oportunidade de ter um Cine-Clube no Bairro.

A Associação Cultural Baiacu de Alguem depois de ter sido contemplada em 2009 com um Ponto de Cultura, agora em 2010 também foi contemplada com um Cine Clube no Programa Cine Mais Cultura do Ministério da Cultura.

Sua inauguração será na próxima Quinta-feira conforme cartaz abaixo. A partir daí , todas as quintas terão sessão de Cinema sempre no horário das 20 horas, aberto a toda a comunidade e completamente GRATUIDO. A programação será a da Produtora Brasil (responsável pela programação do Canal Brasil da TV a Cabo) mais filmes, documentários Catarinenses e de outros países, principalmente do Cinema Latino Americano, além de outras produções que podem ser sugeridas pela Comunidade.

a associação deseja viabilizar parcerias com as Escolas Públicas, Privadas, Associação de Moradores, Empresas,Clubes Sociais e Esportivos, enfim todas a Entidades da comunidade e ad população em geral para viabilizar este projeto. O Sucesso dele depende da participação de todos!

Então agendem-se, convidem os vizinhos, amigos, ajudem a divulgar e vamos voltar a ter aquele “gostinho”de ver um filme numa tela de cinema....naquele “escurinho”...os filmes e a pipoca estão garantidos para os próximos 3 anos, tempo da duração do Projeto.

Fonte:

Daniela Ribeiro Scnheider – Coordenadora Geral da Associação Cultural Baiacu de Alguém

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Programação Semanal do Bar e Restaurante Açores

A música Brasileira marca presença no Bar e Restaurante Açores, confira a agenda da semana:

24/08/2010 DORNELLES & TRIO (FORRÓ)
25/08/2010 REINALDO TUNES (MPB)
26/08/2010 RAIZ DE CANELA (SAMBA)
27/08/2010 TERENCE MARTINELLI (SAMBA DE RAIZ)
28/08/2010 EDSON MOURA (MPB)

SANTO ANTONIO DE LISBOA – FPOLIS
Rua Cônego Serpa, 20 – ao lado da Igreja.
Faça já sua RESERVA pelo fone: (48) 3235.1377

Reservas a partir das 19h00min até 21h30min h (TERÇA À SÁBADO)

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Aberta incrições artísticas do SEPEX da UFSC

Abertas inscrições para apresentações artístico-culturais na 9ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC


o
Estão abertas até 27 de agosto as inscrições para apresentações artísticas na 9ª Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC — o principal evento de divulgação científica de Santa Catarina. A SEPEX será realizada de 20 a 23 de outubro, no campus da UFSC no bairro Trindade, em Florianópolis. O encontro integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, promovida pelo Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT).

Como tem acontecido nos outros anos, o DAC, Departamento Artístico Cultural da UFSC, está envolvido na coordenação da programação artística e cultural da SEPEX. Os organizadores reforçam o convite a todos os coordenadores de projetos institucionais para que realizem apresentações no palco da 9ª SEPEX, que será montado sob o pavilhão de lona do evento, diante da reitoria.

Como na última edição do evento, além das apresentações de projetos da UFSC, ou de artistas e grupos da comunidade em geral que estejam envolvidos em projetos da Universidade, também poderão se apresentar alunos, professores e funcionários técnico-administrativos que desenvolvem atividades artísticas compatíveis com a apresentação no palco do evento.

Além do palco sob a lona, a UFSC disponibilizará equipamento básico de som aos participantes. As apresentações artísticas na SEPEX deverão acontecer de manhã, à tarde e no começo da noite, menos no sábado, quando o evento terminará à tarde.

Oportunamente o DAC entrará em contato para selecionar as atividades e montar a grade de programação.

Orientações para inscrições:

Os interessados devem fazer o pedido de inscrição até o dia 27 de agosto, pelo e-mail sepexartistico@reitoria.ufsc.br, encaminhando:
1) uma breve descrição do que pretendem apresentar, e que deverá ser compatível com o palco do evento, ou com o seu entorno;
2) um breve currículo do projeto e do coordenador responsável pela ação;
3) uma foto digitalizada para divulgar a atividade, com boa qualidade estética e boa resolução;
4) e-mail e telefone para contato;
5) mencionar os possíveis dias e períodos disponíveis para a apresentação;
6) mencionar o tipo de equipamento necessário, como toca CD, microfone etc.

Serviço:

O QUÊ: Inscrições de apresentações artístico-culturais da UFSC para o palco da 9ª SEPEX, que ocorrerá de 20 a 23 de outubro.
QUANDO: Inscrições até 27 de agosto de 2010
ONDE: Pelo e-mail sepexartistico@reitoria.ufsc.br

Saiba mais sobre a 9ª SEPEX pelo site www.sepex.ufsc.br

Congresso Nacional de Jovens Lideranças Empresariais acontece em agosto, pela segunda vez em Santa Catarina



Evento, entre os dias 18 e 20 de agosto, no CentroSul,em Florianópolis, reunirá mais de mil jovens lideranças empresariais dos 27 estados da federação brasileira discutindo “O Brasil empreendedor que queremos”



Fernando de Magalhães Furlan (Conselheiro do Conselho Administrativo de Defesa Econômica do Ministério da Justiça), Welber Barral (Secretário de Comércio Exterior do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio), David Neeleman (presidente da Azul Linhas Aéreas), Bruno Quick (Gerente da Unidade de Políticas Públicas do SEBRAE Nacional), Luis Barbosa Erlanger (Diretor da Central Globo de Comunicação), Daniel de Jesus (presidente da Niely Cosméticos), Alexandre Prates (diretor do Instituto de Coaching Aplicado), Lirio Parisotto (Fundador da Videolar e presidente da L.Par), Roberto DaMatta (Considerado um dos grandes nomes das Ciências Sociais brasileiras, do Instituto Millenium), Vera Cordeiro (fundadora da Associação Saúde Criança Renascer), Milton Hóbus (sócio proprietário das empresas Motociclo HB e Royal Ciclo), Miguel Abuhab (presidente da NeoGrid e Agentrics). Esses são apenas alguns dos privilegiados empreendedores que passarão por Santa Catarina, agora em agosto, durante o 16° Congresso Nacional de Jovens Lideranças Empresariais que é assinado pela CONAJE, Confederação Nacional dos Jovens Empresários, com a participação de grandes instituições associativistas de Santa Catarina. “Esse tipo de movimentação fortalece a participação dos jovens nas entidades e com isso dá longevidade a nossos projetos. Isso pode inclusive ser uma das referências da nossa entidade que já é governada por jovens, mas que precisa se reinventar a cada instante” define Doreni Caramori Junior, Presidente da ACIF, Associação Comercial e Industrial de Florianópolis, uma das co-autoras do congresso.



Ainda uniram-se para realização desta 16° edição do Congresso nacional de Jovens Lideranças, o Conselho do Jovem Empreendedor de Santa Catarina (Cejesc), ligado à Federação das Associações Empresariais do Estado de SC (Facisc) e da ACIF Jovem – núcleo de jovens empreendedores ligado à ACIF. "Essa evento é, com certeza, mais uma prova da capilaridade do Cejesc. Será uma oportunidade única para todos os jovens empresários, empreendedores e estudantes do estado. Os participantes poderão conferir na prática os pilares que o movimento jovem se apóia, que são; relacionamento, capacitação e representatividade”, explica Thiago Pereira, Coordenador da Acif Jovem. O apoio técnico deste evento é do SEBRAE, que também patrocina o encontro junto com Tractebel Energia, Fiesc, Fecomércio e Banco do Brasil. “Trata-se de um dos mais significativos encontros de jovens lideranças, empreendedores, formadores de opinião, personalidades e expoentes do cenário econômico nacional”, ressalta Eduardo Augusto Machado, presidente da Conaje. Esta é a segunda vez que a capital catarinense recebe o encontro que visa discutir panoramas e perspectivas do setor empresarial.



“Queremos mais uma vez reunir cabeças jovens pensantes de nosso País para dar rumos ao Brasil empreendedor que tanto almejamos,” é o que resume sobre o evento Rodrigo Rossoni, Diretor de Relações Institucionais da Conaje e Coordenador Geral do 16° Congresso Nacional de Jovens Lideranças Empresariais. Os temas das palestras são oportunos e condizentes com o tema principal de discussão do congresso. Sobre a escolha destas temáticas que serão desenvolvidas no Congresso através de grandes exemplos do empresariado Nacional, Amandio João da Silva Jr, presidente do Cejesc, afirma que se justifica porque “Santa Catarina tem o maior movimento jovem associativista do Brasil. Foi aqui que nasceu o Feirão do Imposto, a Escola Modelo de Empreendedorismo e outras iniciativas que se espalham pelo Brasil. Somos quase 50 núcleos e mais de 800 jovens lutando pelo desenvolvimento das nossas empresas e do nosso Estado com foco em relacionamento e capacitação”.



A programação do 16° Congresso da Conaje será realmente abrangente. No dia 18 de agosto acontecerá a abertura solene do evento com a palestra de David Neeleman. Dia 19 de agosto as atividades se iniciam com as seguintes palestras: “Democracia e Liberdade de Expressão”, “Comércio Exterior e Desenvolvimento Econômico”, “Negócios Social e Associação Saúde Criança”, “A Reinvenção do Profissional: Tendências Comportamentais do profissional do futuro”. Já no dia 20 de agosto os temas das palestras serão: “Ativismo Empreendedor: Meio de promoção e incentivo”, “Empreendedorismo e o respeito à livre concorrência”, “Empreendedorismo na Gestão Pública eficiente”, “Uma Arte, um Estilo de Vida” e “Empreendedorismo”. No encerramento do 16° Congresso da Conaje haverá uma mini oktoberfest, para que as centenas de visitantes de outros estados conheçam a cultura germânica em Santa Catarina.



Toda a programação consta no site www.16congressoconaje.com.br. Acontecerá ainda paralelamente ao evento a Reunião Ordinária da Conaje, onde serão discutidos assuntos sobre a disseminação, apoio e representatividade do empreendedorismo entre os jovens brasileiros.





As inscrições para o 16° Congresso Nacional de Jovens Lideranças Empresariais ainda estão abertas e a adesão está surpreendendo. “O jovem empresário catarinense representa a continuidade do sistema associativista. Eles são o futuro do nosso Estado, das nossas associações, e neste evento veremos a força que a juventude empresarial catarinense representa no Brasil”. Incentiva Alaor Tissot, presidente da FACISC. Mais informações pelo telefone 48 3235 1302, ou no email 16conaje@ag3eventos.com.br.




Assessoria de imprensa

Juliana Pamplona/ Karyna Pereira / Kalyta Camargo

(48)3035.5503/ 9981.0506 / 9971.5056

www.alvodecomunicacao.com.br

www.twitter.com/Alvocom

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Teatro da UFSC recebe nova temporada de “Seo Maneca”


Teatro da UFSC recebe nova temporada de “Seo Maneca”
Com Geraldo Cunha, dias 13, 14, e 15/08, de sexta a domingo, às 21 horas



Em nova temporada, o espetáculo teatral “Seo Maneca” estará no Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, nos dias 13, 14 e 15 de agosto, de sexta-feira a domingo, sempre às 21 horas.

Os ingressos custam R$ 20,00, inteira, e R$ 10,00, para estudantes e idosos acima de 60 anos.


Sobre o espetáculo

“Seo Maneca” anteriormente contou com a participação de outros personagens, primeiro “Dona Bilica”, sua esposa; depois “Cida”, sua filha caçula. Neste novo espetáculo, o ator Geraldo Cunha experimenta a possibilidade de atuar somente com um personagem de apoio, o “Diretor”, interpretado pelo ator Guilherme Rosário Rotulo. Isso aumenta a interatividade com o público; aliás, esta é a grande característica do novo espetáculo: um diálogo aberto com a platéia.

Em “Seo Maneca”, o personagem sai de sua casa na Barra da Lagoa, bairro tradicional de pescadores na costa leste da ilha, em Florianópolis, para ir ao teatro. Foi sozinho, pois, sua esposa está cansada e doente, sem a velha disposição para acompanhá-lo, e sua filha arrumou um namorado e não tem mais tempo para segui-lo. “Seo Maneca”, apesar de ser um humilde pescador aposentado, adora arte e cultura, principalmente teatro, já assistiu a inúmeras peças e já visitou todos os teatros da cidade.

Ele chega atrasado e teme que o espetáculo já tenha começado; mas não, ainda tem tempo de conversar um pouco com as pessoas que já estão sentadas. Aparece, então, a diretora responsável pela companhia daquela noite, ela explica que a peça terá um breve atraso, depois sai apresada e “Seo Maneca” inconformado começa, então, a fazer seu discurso, recheado de histórias e casos engraçados.

“Seo Maneca” é um espetáculo muito bem humorado, e sua interatividade garante muita improvisação, tornando cada apresentação única.

O Teatro da UFSC faz parte do Departamento Artístico Cultural (DAC), da Secretaria de Cultura de Arte (SeCArte), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e neste ano está realizando a temporada comemorativa “Bodas de Cena – UFSC 50 Anos.”


SERVIÇO:

O QUÊ?: Espetáculo teatral “Seo Maneca”, em nova temporada, com Geraldo Cunha, diretor e ator.
QUANDO: Dias 13, 14 e 15 de agosto de 2010, de sexta a domingo, sempre às 21 horas
ONDE: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha. Praça Santos Dumont, Trindade, Florianópolis-SC
INGRESSOS: R$ 20,00, inteira, e R$ 10,00, para estudantes e idosos acima de 60 anos.
CONTATO/INFORMAÇÕES: Juliano Thomaz (Produtor): (48) 9645-3523
Visite www.dac.ufsc.br

Fonte: [CW] DAC-SECARTE-UFSC, com material da produção.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

"Todas as Ondas" de Denise de Castro no SESC

Denise de Castro apresenta o show Todas As Ondas, composições próprias que contam um pouco sobre o universo ilhéu florianopolitano. Com ritmos variados como samba, salsa, bolero e o folclórico boi de mamão, vão se desenhando paisagens sonoras de fortes características brasileiras e ao mesmo tempo universais. A banda é formada por: Denise de Castro piano e voz; Alexandre Vicente baixo; Mauro Borghezan bateria; Wslley Risso guitarra e deniseSilvia Beraldo sax e flauta.
Serviço:
Show Todas As Ondas
SESC Florianópolis
(48) 3229-2208 / 3229-2209
Trav. Syriaco Atherino, 100,Prainha- Centro
Dia 12 de agosto 20h
Ingresso: R$ 1,00/ 0,50 comerciários/idosos/estudantes

Baiacu de Alguém promove a Festa do Cachorro Louco

Portal do Choro hoje no Empório das Artes

Tem Portal do Choro, hoje - QUARTA-FEIRA, 11/08, no EMPÓRIO DAS ARTES, em Itaguaçu, a partir das 21 hs.
Para quem não sabe onde fica, é bem ali no início do caminho que vai para o Bar das Pedras, embaixo do Sobradinho.
É um novo espaço para música sendo inaugurado. Compareçam!

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Mistérios da Serra traz lendas da região para a tela da TV




A nova produção de Fernando Leão, em conjunto com a TAC Produções, faz parte do projeto Santa Catarina em Cena da RBS TV. Mistérios da Serra conta a história de três adolescentes em busca de um tesouro deixado pelo avô de um dos rapazes. Acampando no meio do mato, em torno de uma fogueira, surgem histórias e lendas que trazem o planalto serrano de SC como cenário: das aparições do boitatá, lobisomens, defuntos que somem em pleno velório até a lenda da serpente do tanque, entre outras, contada por moradores que foram entrevistados ao longo do processo.


A pesquisa de Leão resultou no roteiro e direção de Diego Lara, parceiro no documentário anterior sobre Nereu Ramos. Ao total a produção levou uma semana para as entrevistas e três dias para a gravação da ficção, descontando os tempos de pré e pós-produção, onde o documentário é pensado, editado e finalizado para ir ao ar.


“Continuo aqui com o meu propósito de ressaltar a história de uma região esquecida da historiografia estadual, levando em conta a proporção de trabalhos desta em vista de outros locais do Estado. É Lages mais uma vez nas telas. - ressalta Fernando Leão.”


O primeiro episódio de Mistérios da Serra estreia no sábado, dia 7 de agosto, fechando com a segunda parte no dia 14 do mesmo mês, sempre antes do Jornal do Almoço, na RBS TV SANTA CATARINA.


Mistérios é a quarta produção de Leão a ser veiculada em TV aberta para todo o Estado, sendo as anteriores Guerra de Sombras (ficção-2007), Coxilhas (documentário-2008), O chão de minha terra: a vida de Nereu Ramos (documentário-2009).

Ps: Fernando Leão foi meu aluno no curso de Comunicação Social da UNIVALI. Este é um daqueles caras, e um dos momentos, que faz você sentir que vale a pena ser professor.
Marcio Vieira

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Show do Grupo Qu4tro Is No Barbariza - Bar e Chopperia

Nesta sexta feira , 13 de agosto, o grupo se apresentar interpretando músicas de compositores nacionais.
Oito Pinheiro no violão, Lisa Macedo na fauta, Gil Cruz na percussão e Nilzah Barbosa na voz executam canções da musica popular brasileira num estilo arrojado, criativo e em familia. Confiram este novo grupo da grande Florianópolis.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

A vida como ela é no Teatro da UFSC


Teatro da UFSC apresenta sessões extras de “A vida como ela é”, da obra de Nelson Rodrigues
A peça “A Vida como ela é...”, encenada pelo Grupo Teatro Sim... Por Que Não?!!!, de Florianópolis, retorna em três sessões extras ao Teatro da UFSC nos dias 6, 7 e 8 de agosto, de sexta a domingo, às 20h30. A peça esteve em cartaz durante todo o mês de julho no Teatro da UFSC, e volta ao palco em sessões extras, gratuitas para a comunidade, como parte da programação especial Bodas de Cena – UFSC 50 Anos.

Devido à temporada de sucesso em julho, quem quiser garantir o seu o ingresso deverá retirá-lo com antecedência nos dias 5 e 6 de agosto, quinta e sexta-feira, das 14h às 18h, na sede do DAC, Igrejinha da UFSC. Ou então, dirigir-se ao teatro no dia, pouco antes da hora da sessão.

O espetáculo reúne cinco histórias que falam de amores e traições, dramas e tragédias de personagens construídos a partir do olhar do dramaturgo carioca Nelson Rodrigues.

Cada uma das histórias explora uma técnica diferente, como o uso de máscaras, ator-narrador, jogo de sombras e silhuetas, formas animadas (o ator manipulado por outro ator, como se fosse um boneco) e quadros vivos.

A direção é de um dos grandes especialistas na obra de Nelson Rodrigues, Luís Artur Nunes, gaúcho radicado no eixo Rio de Janeiro-São Paulo. Esta é a sétima obra que Nelson que dirige. São convidados especiais para esta montagem o iluminador Luiz Carlos Nem (do Rio), o figurinista Luiz Fernando Pereira (São Paulo) e o cenógrafo Fernando Marés. José Ronaldo Faleiro faz a assistência de direção.

“Ainda hoje é fascinante o universo imaginário, e extremamente brasileiro, que Nelson Rodrigues resgata em suas histórias, originalmente escritas como crônicas em jornais diários, mas que têm estruturas de verdadeiros contos. Ele põe o dedo na ferida, nas mazelas da sociedade, com uma imensa teatralidade, criando essas tragédias realistas com uma camada de ironia, verdadeiras tragicomédias”, avalia Luís Artur Nunes.

No elenco estão Ana Paula Possapp, Berna Sant’Anna, Leon De Paula, Mariana Cândido, Nazareno Pereira, Sérgio P. Cândido e Valdir Silva. Na produção geral, Júlio Maurício e Nazareno Pereira.

Patrocínio: Edital Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura Apoio Cultural: Café Central/ Caixa Econômica Federal/ Fibratur/ Fratelanza/Fundação Franklin Cascaes/ Hotel Cecomtur/ Instaladora Santa Rita/ Mirantes/ Museu da Escola Catarinense/ Lojas Planetta.

Bodas de Cena – UFSC 50 Anos é uma programação comemorativa deste ano coordenada pelo Departamento Artístico Cultural (DAC) da Secretaria de Cultura e Arte (SeCArte) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Veja texto crítico sobre a peça em poetasnosingular.blogspot.com/2010/07/vida-como-ela-e.html
Serviço:

O QUÊ: Peça “A Vida como ela é...”
QUANDO: Dias 6, 7 e 8 de agosto de 2010, de sexta a domingo, às 20h30min.
ONDE: Teatro da UFSC, ao lado da Igrejinha, Praça Santos Dumont, em Florianópolis.
QUANTO: Sessões extras, gratuito e abeto à comunidade. Integra a programação Bodas de Cena – UFSC 50 Anos. Garanta seu ingresso, retirando-o com antecedência dias 5 e 6, das 14h às 18h, na sede do DAC / Igrejinha da UFSC
CONTATO: Grupo: teatrosim@hotmail.com ou (48) 9917-6161, no Teatro da UFSC (48) 3721-9348 e 3721-9447. Visite www.dac.ufsc.br.
FAIXA ETÁRIA: Recomendado para maiores de 15 anos.


Fonte: [CW] - Departamento Artístico Cultural - DAC: SeCArte: UFSC, com material do grupo.

Ginga do Mané na Lagoa da Conceição

terça-feira, 3 de agosto de 2010