quinta-feira, 31 de julho de 2008

GENTE DA TERRA no Rancho do Neco


Por Marcio Vieira


Domingo dia 03 de agosto tem Gente Da Terra no Rancho do Neco.
“Resgatar a memória poética do povo açoriano, através da música”, essa é a idéia do grupo musical Gente da Terra que há mais de quinze anos traz o cotidiano do Ilhéu para dentro de suas composições. Agora o Grupo faz o caminho inverso, leva sua música para o cotidiano do Ilhéu com um show que mistura ritmos brasileiros à batida do boi-de-mamão, tudo em homenagem ao modo de viver e sobreviver do manezinho. O Gente da terra vai se apresentar no domingo à noite, dia 03 de agosto, no Rancho do Neco na Ponta do Sambaqui. Tudo a ver.
O Neco e a Carol estão animadíssimos com a apresentação. Não sabe onde fica? Na ponta do Sambaqui, não tem? Vai toda vida pela estrada de Santo Antônio de Lisboa, passa pelos restaurantes do Sambaqui e no final, onde o ônibus faz a volta, tem uns ranchos de pescador, não tem? é ali, naquela muvuca...
Todo domingo das 19 h às 24h .
Não entendeu? Pergunta prá Carol: f:48-99826309.
Mais sobre o Gente da terra no site: www.grupogentedaterra.com

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Joana Cabral & Jorge Lacerda e o grupo Portal do Choro no Baiacú de Alguém





No sábado 02 de agosto, a partir das 18h, na sede do Bloco de carnaval Baiacú de Alguém, em Santo Antônio de Lisboa, vai ter mais show de samba e chorinho. Desta vez com Joana Cabral e Jorge Lacerda e o Grupo Portal do Choro. Imperdível!
Comes e Bebes no local
Entrada - R$ 10,00
Com a camiseta do Baiacu - R$ 5,00
Mais informações:
http://www.baiacudealguem.com.br/

Na foto o grupo Portal do Choro

domingo, 27 de julho de 2008

Em defesa do jornalismo e da democracia

Sérgio Muríllo de Andrade, assíduo freqüentador do Mercado, é o presidente da FENAJ ( Federação Nacional dos Jornalistas) e tem comentado a campanha nacional defendendo a regulamentação da profissão e o direito à informação independente e plural, condição indispensável para uma verdadeira democracia. “Depois de 70 anos da regulamentação da profissão e mais de 40 anos de criação dos Cursos de Jornalismo, derrubar este requisito à prática profissional significará retrocesso há um tempo em que o acesso ao exercício do Jornalismo dependia de relações de apadrinhamentos e interesses outros que não o do real compromisso com a função social da mídia” diz o manifesto lançado pela FENAJ. Para ler o manifesto ou saber mais sobre a campanha acesse o site da Fenaj (www.fenaj.org.br) ou o blog do Mercado que já aderiu ao movimento.

Molho Madêra no Republika

Nas próximas duas sextas (25/7 e 01/8) o ótimo grupo musical Molho Madêra se apresentará no novo espaço cultural do Pantanal, o Bar e Café REPÚBLIKA. O Molho Madêra é um grupo formado por quatro músicos que desenvolvem um repertório voltado para a música brasileira, principalmente o chorinho e o samba original. O Bar Republika tem uma proposta de ser um espaço multimídia com lugar para cinema, teatro, telão para ver futebol, mesa de sinuca e logo vai ter livraria, revistaria e cibercafé. Um espaço bem interessante e muito bem decorado na Rua deputado Antônio Edu Vieira, nr.350, um pouco antes do tradicional Armazém Vieira. Para saber mais do grupo:http://www.molhomadera.blogspot.com/
e sobre o republika: http://www.republikabarecafe.com.br/

Saiu a nova edição do Jornal A Fonte Catarinense com a coluna do Mercado Público!

Saiu a nova edição do Jornal A Fonte Catarinense com a coluna do Mercado Pùblico e muito mais!

Acesse as 24 páginas da nova edição do jornal A Fonte Catarinense (clique na capa).
OBS: SE NÃO ABRIR DE IMEDIATO, ESPERE CARREGAR O ARQUIVO EM PDF, OU PODE CLICAR EM SALVAR COMO, CLICANDO NO LINK COM O BOTÃO DIREITO DO MOUSE
SITE: http://www.afontecatarinense.com.br/
ou http://www.afontecatarinense.com/

O jornal impresso já está circulando na Grande Florianópolis ...

Mirela, Camélia e Jeisson no DeRAIZ nas sextas.

Os ótimos cantores de Samba raiz e MPB, Mirela, Camélia e Jeisson estão toda SEXTA no bar DeRaíz na Joaquina. Mulheres têm entrada franca a noite toda pra curtir as vozes desse trio maravilhoso em uma viagem musical que vai do samba-canção ao samba-enredo.
O visual das dunas da Joaquina também é gratuito!
Homens:R$10,00 Mulheres FREE a noite toda.
Estrada geral da Joaquina em frente às dunas.
Informações e reservas:(48) 3204-9234
Aos Domingos também tem samba e na terças tem Forró.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Panorama SESC da música catarinense

Por Marcio Vieira
A dica foi da amiga Milene:

O Panorama SESC de Música Catarinense que anualmente seleciona músicos e bandas catarinenses cujos trabalhos se destacam pela qualidade, promove o encontro de talentos musicais locais com compositores, estudiosos e músicos nacionais, na Capital, está acontecendo deste domingo (06/7). A iniciativa busca incentivar e divulgar a pluralidade da produção musical local, apresentando desde grupos de moda de viola, choro ou samba, até as tendências mais contemporâneas e de vanguarda.
A programação prossegue até 26 de julho, com espetáculos de terças a domingos, e oficinas de música de segundas a sábados, abertas ao público em geral.
Vale a pena conferir a programação com shows de catarinenses e de outros estados de variadas tendências musicais :

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Frank: Final da greve dos correios...




Flagrantes do show do Molho Madêra no Bar REPUBLIKA

















Por Marcio Vieira
Na sexta (18/7) aconteceu a apresentação do ótimo grupo Molho Madêra no Bar REPUBLIKA. O Molho Madêra é um grupo que desenvolve um repertório voltado para a música brasileira, principalmente o chorinho e o samba original. Transitando por esse universo, o grupo contempla grandes compositores como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Cartola, Nelson Cavaquinho, Adoniram Barbosa e outros, além de oferecer composições originais de autoria do grupo.
Fui com um grupo de amigos e adoramos! O grupo é ótimo e o Bar e Café REPUBLIKA além de ser um espaço multimídia, com lugar para cinema, teatro, telão para ver futebol, tem mesa de sinuca e logo vai ter livraria, revistaria e cibercafé. Um espaço bem interessante e muito bem decorado na Rua deputado Antônio Edu Vieira, nr. 350, um pouco antes do tradicional Armazém Vieira. Toda sexta-feira tem música brasileira de qualidade.

Fone: 48-32094097
Para saber mais sobre o espaço entre no site:
www.republikabarecafe.com.br/
Para saber mais do grupo:

fotos: Paulo Roberto Witoslawski


Entidades pedem audiências para discutir renovação de concessões da Globo

Em 5 de outubro de 2007, venceram as concessões das emissoras de televisão próprias das redes Globo, Record e Bandeirantes. À época, um conjunto de organizações da sociedade civil aproveitou a ocasião para criticar os problemas do sistema de outorgas de radiodifusão brasileiro lançando a Campanha por Democracia e Transparência nas Concessões de Rádio e TV. Agora, estas entidades querem aproveitar a chegada dos primeiros processos de renovação ao Congresso Nacional para realizar debates com a participação da sociedade para avaliar a atuação das emissoras.
A Central Única dos Trabalhadores (CUT), a Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais (Abong), a Associação Mundial de Rádios Comunitárias (Amarc), a Federação Interestadual dos Trabalhadores em Rádio e TV ( Fitert) e o Intervozes – Coletivo Brasil de Comunicação Social protocolaram na Comissão de Ciência, Tecnologia, Comunicação e Informática (CCTCI) da Câmara dos Deputados ofício pedindo a realização de audiências públicas para discutir as renovações. A apreciação dos processos começou na semana passada com a aprovação da geradora da Globo em Recife.
Nesta quarta-feira (16/7), estava na pauta da reunião da CCTCI a apreciação do parecer sobre a geradora de Belo Horizonte, mas não houve votação. A Comissão não conseguiu se reunir pelo agendamento da Ordem do Dia da Câmara já para o período da manhã.
Atentas à iminência da votação dos processos referentes às cinco emissoras próprias da TV Globo, as organizações solicitam também no texto que a aprovação da continuidade da operação das emissoras desta e das outras redes não se dê sem que as audiências públicas aconteçam. Os autores se ancoram em dispositivo inserido no Ato Normativo 1 de 2007, que atualizou os procedimentos de análise de concessão e renovação de outorgas.
O Ato Normativo prevê a realização deste tipo de audiência a partir de critérios como: “interesse público envolvido, abrangência do serviço prestado, penetração da programação da emissora e existência de fatos ou indícios relevantes que justifiquem a realização da Audiência”. No ofício entregue à CCTCI, as entidades afirmam: “Pela abrangência de sua atuação, por serem as cabeças-de-rede nacional e regional e por estarem entre as principais emissoras de TV do país, a renovação de suas concessões deveria ser objeto de amplo debate público.”
Para João Brant, do Intervozes, a realização de audiências é fundamental uma vez que, hoje, são a única forma de medir a opinião da sociedade sobre o desempenho de um determinado concessionário. “O processo de renovação das concessões não é nada transparente nem democrático”, afirma Brant. “A realização de audiências públicas é o único instrumento de debate público. Ainda que seja limitadíssimo, ele ao menos dá chance a setores da sociedade de se expressarem em relação à utilização desse espaço público pelas emissoras.”
A promoção destas oitivas, argumenta o documento, se faz ainda mais relevante uma vez que não houve qualquer avaliação feita durante a tramitação dos processos no Executivo. A Casa Civil esboçou disposição para cobrar a comprovação do cumprimento de requisitos legais (como a veiculação do máximo de 25% do tempo com publicidade), mas desistiu da iniciativa frente à resistência das emissoras e do próprio Ministério das Comunicações.
A posição do ministério ilustra o quadro atual do sistema: o órgão alegou ser impossível conferir tais exigências, evidenciando a ausência de fiscalização das obrigações previstas em lei.
Dificuldades
O ofício foi endereçado ao presidente da CCTCI, deputado Walter Pinheiro (PT-BA). A reportagem do Observatório do Direito à Comunicação procurou o parlamentar, mas não conseguiu contatá-lo para conhecer sua posição a respeito.
Segundo a deputada Luiza Erundina (PSB-SP), uma alternativa seria fazer apenas uma audiência para uma avaliação mais geral, iniciativa que dependeria fortemente da disposição do presidente da comissão. Outra possibilidade seria a convocação pelo relator de um dos processos, que tramitam dentro do Congresso sob a sigla “TVR”.
Para a renovação já em pauta, da geradora da Globo em Belo Horizonte, esta alternativa pode esbarrar na proximidade do relator, Miro Teixeira (PDT-RJ), com a rede da família Marinho. No entanto, a renovação da geradora de Brasília foi distribuída para relatoria do deputado Jorge Bittar (PT-RJ), que recentemente tem batido de frente com a Vênus Platinada por conta da tentativa de votação do Projeto de Lei 29/2007, que muda as regras para as televisões por assinatura.
Para Luiza Erundina, as audiências podem resultar em compromissos das concessionárias em relação ao cumprimento de preceitos constitucionais como a regionalização da programação e o estímulo da produção independente. “Hoje, simplesmente renova automaticamente sem nenhuma exigência. Estas reuniões podem ser oportunidade de discutir com a sociedade para que renovação se dê a partir de certos compromissos, referentes ao conteúdo, à produção independente, à regionalização da programação e a mecanismos de controle e participação”, defende a parlamentar.
Jonas Valente
Observatório do Direito à Comunicação
Mais informações: http://www.fndc.org.br/

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Nesta sexta o grupo Molho Madêra no Bar REPUBLIKA




Por Marcio Vieira


A cidade está se diversificando. Novos lugares, novos espaços culturais estão surgindo, com propostas interessantes. Agora não é apenas a Lagoa da Conceição que tem espaços culturais e bares com música ao vivo na cidade. Se no Ribeirão da Ilha está surgindo o Flor da Mina do Ribeirão que já divulgamos aqui, no Pantanal começa a acontecer um espaço muito interessante: o Bar e Café REPUBLIKA. Além de ser um espaço multimídia com lugar para cinema, teatro, telão para ver futebol, tem mesa de sinuca e logo vai ter livraria, revistaria e cibercafé. Um espaço bem interessante e muito bem decorado, na Rua deputado Antônio Edu Vieira, um pouco antes do tradicional Armazém Vieira. Toda sexta-feira tem música brasileira de qualidade.

Para saber mais sobre o espaço entre no site:

Nesta sexta (18/7) a apresentação é do ótimo grupo Molho Madêra. O Molho Madêra é um grupo formado por quatro músicos que desenvolve um repertório voltado para a música brasileira, principalmente o chorinho e o samba original. Transitando por esse universo, o grupo contempla grandes compositores como Pixinguinha, Jacob do Bandolim, Cartola, Nelson Cavaquinho, Adoniram Barbosa e outros, além de oferecer composições originais de autoria do grupo.
Para saber mais do grupo:
http://www.molhomadera.blogspot.com/

Vale a pena conferir!




quarta-feira, 16 de julho de 2008

Frank: olha que eu chamo a polícia ...




Grupo Coisa Antiga no Café dos Araças na Lagoa

O grupo "COISA DA ANTIGA" se apresenta no DIA 17 DE JULHO (QUINTA-FEIRA) no CAFÉ DOS ARAÇÁS na LAGOA DA CONCEIÇÃO A PARTIR DAS 21:30h.
O show nos tempos de Noel Rosa é uma noite para relembrar canções de Noel Rosa, Wilson Batista, Assis Valente, Ataulfo Alves, Ismael Silva e outros compositores que fizeram nome nas décadas de 20, 30 e 40. O grupo Coisa da Antiga vem fazendo um importante trabalho de resgate da música brasileira das décadas de 20 a 50. Sambas bem humorados, marchinhas e canções do folclore brasileiro fazem parte do repertório do trio. Entre os compositores, nomes como Assis Valente, Noel Rosa, Geraldo Pereira, Wilson Batista, Cartola, Dorival Caymmi, Paulinho da Viola, entre outros. O trio conta com três vozes, violão, harmônica e percussão, lembrando os grupos vocais de antigamente.
O Coisa da Antiga é composto por Chico Neis (violão e voz), Gabriela Flor (percussão e voz) e Jorge Pinto (harmônica, percussão e voz ).

terça-feira, 15 de julho de 2008

Frank Maia: solto, preso, solto..




segunda-feira, 14 de julho de 2008

Música de primeira no mais novo espaço cultural e gastronômico do Ribeirão







Por Marcio Vieira
O Restaurante Flor da Mina do Ribeirão fica ali no Alto Ribeirão, no antigo alambique da Intisica, não tem? O lugar é belíssimo e o ambiente criado pelo Paulo Mourão e seu sócio muito acolhedor. Agora, todos os sábados, tem roda de samba com bobó de camarão do almoço ao final da tarde. Atualmente, estão tocando samba raiz de primeira, a cantora Juju Moura, Haini e grupo. No domingo, ao meio dia, tem feijoada com música (MPB) com a cantora Joana Cabral Costa e Jorge Lacerda ao violão. A partir de 18 de julho, todas as sexta-feiras a noite, terá a "sexta chorada", com chorinho das 19:00h as 22:30h .
O Mais novo espaço cultural e gastronômico do Ribeirão fica na estrada geral de acesso ao Ribeirão da Ilha, um pouco antes do trevo que dá acesso à Tapera.
Endereço : Rodovia Baldicero Filomeno, nr.3100; Ribeirão da Ilha
Informações: Fone: 3235-3053
Vale a pena conferir para ter um fim de semana de alto astral.

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Frank: Game na madrugada




terça-feira, 8 de julho de 2008

Em defesa do Jornalismo, da Sociedade e da Democracia no Brasil


Manifesto à Nação
08/07/2008

A sociedade brasileira está ameaçada numa de suas mais expressivas conquistas: o direito à informação independente e plural, condição indispensável para a verdadeira democracia. O Supremo Tribunal Federal (STF) está prestes a julgar o Recurso Extraordinário (RE) 511961 que, se aprovado, vai desregulamentar a profissão de jornalista, porque elimina um dos seus pilares: a obrigatoriedade do diploma em Curso Superior de Jornalismo para o seu exercício. Vai tornar possível que qualquer pessoa, mesmo a que não tenha concluído nem o ensino fundamental, exerça as atividades jornalísticas. A exigência da formação superior é uma conquista histórica dos jornalistas e da sociedade, que modificou profundamente a qualidade do Jornalismo brasileiro.Depois de 70 anos da regulamentação da profissão e mais de 40 anos de criação dos Cursos de Jornalismo, derrubar este requisito à prática profissional significará retrocesso a um tempo em que o acesso ao exercício do Jornalismo dependia de relações de apadrinhamentos e interesses outros que não o do real compromisso com a função social da mídia. É direito da sociedade receber informação apurada por profissionais com formação teórica, técnica e ética, capacitados a exercer um jornalismo que efetivamente dê visibilidade pública aos fatos, debates, versões e opiniões contemporâneas. Os brasileiros merecem um jornalista que seja, de fato e de direito, profissional, que esteja em constante aperfeiçoamento e que assuma responsabilidades no cumprimento de seu papel social. É falacioso o argumento de que a obrigatoriedade do diploma ameaça as liberdades de expressão e de imprensa, como apregoam os que tentam derrubá-la. A profissão regulamentada não é impedimento para que pessoas – especialistas, notáveis ou anônimos – se expressem por meio dos veículos de comunicação. O exercício profissional do Jornalismo é, na verdade, a garantia de que a diversidade de pensamento e opinião presentes na sociedade esteja também presente na mídia. A manutenção da exigência de formação de nível superior específica para o exercício da profissão, portanto, representa um avanço no difícil equilíbrio entre interesses privados e o direito da sociedade à informação livre, plural e democrática. Não apenas a categoria dos jornalistas, mas toda a Nação perderá se o poder de decidir quem pode ou não exercer a profissão no país ficar nas mãos destes interesses particulares. Os brasileiros e, neste momento específico, os Ministros do STF, não podem permitir que se volte a um período obscuro em que existiam donos absolutos e algozes das consciências dos jornalistas e, por conseqüência, de todos os cidadãos!
FENAJ – Federação Nacional dos Jornalistas
Sindicatos de Jornalistas de todo o Brasil

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Flagrantes do Rancho do Neco com show do Portal do Choro






Por Marcio Vieira

Veja os Flagrantes do Rancho do Neco , neste domingo (06/07), com show do Grupo Portal do Choro. As fotos são do companheiro Paulo Roberto.

Todas as fotos estão no link:

http://picasaweb.google.com.br/paulorw.floripa/Neco

Flagrantes do Show do Nando Dias





Por Marcio Vieira

Veja aqui os flagrantes do show lançamento do CD do

Nando Dias, roqueiro já virou figurinha carimbada do Mercado Público de Floripa. O show foi no dia 04 de julho no restaurante FRATELLANZA. A proposta é ecológica e teve apoio do Instituto ECOSUL com distribuição de árvores e tudo!


As fotos são do Paulo Roberto e se você quizer ver mais acesse: http://picasaweb.google.com.br/paulorw.floripa/Nando

domingo, 6 de julho de 2008

7ª MOSTRA DO CINEMA INFANTIL DE FLORIANÓPOLIS CADA VEZ MELHOR


Por Marcio Vieira de Souza
A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis está ocorrendo desde 27 de junho e vai até 13 de julho no CIC (Centro Integrado de Cultura). Ela tem como tema principal e objetivo, exibir filmes que traduzem a multiplicidade cultural do Brasil e do mundo.
A Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis é um evento realizado pela Lume Produções Culturais. Desde 2002, a empresa dirigida pela jornalista catarinense Luíza da Luz Lins trabalha com cinema e educação e com projetos de inclusão, como o "Escola vai ao Cinema", levando crianças de vários bairros de Florianópolis ao cinema. A Lume também oferece consultoria para todo o estado de Santa Catarina e para o Brasil, e desde 2005 está envolvida em mais uma frente: produzindo filmes para crianças.
A mostra não é só exibição de filmes, é um grande evento multimídia tendo como tema o cinema infantil, com muitas oficinas, shows e debates.
Parabéns pelo profissionalismo para a Luíza e a Lume que se tornaram, sem dúvida, uma das principais referências em cinema infantil da América Latina.
Um exemplo de que gente da terra também pode. É só querer ser GLOCAL : Global sem deixar de ser local. Todas essas informações, a programação e muito mais, você tem no site da Mostra:

sábado, 5 de julho de 2008

Saiu a coluna do Mercado no Jornal A Fonte Catarinense desta quinzena!

Começou a publicação da Coluna do Mercado Público, baseada no nosso blog, no Jornal A FONTE Catarinense, editado pelo jornalista Fernando Oliveira. Quem ainda não teve acesso a um dos oito mil exemplares impressos, pode ver aqui na versão digital:
http://www.jornalafonte.com/online/81/81_23.html

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Frank : Flu...





Agora vamos contar, às vezes, com a colaboração do nosso amigo, o cartunista FranK Maia (RBS) e seus geniais cartuns. Obrigado Frank.

ECO ROCK com Nando Dias será hoje!



O Nando Dias, roqueiro mato grossense que junto com sua companheira, já está virando figurinha carimbada do Mercado Público de Floripa, fará show de lançamento do seu CD no dia 04 de julho. O Show será no restaurante FRATELLANZA. A proposta é ecológica. Veja o cartaz.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Delícia do Sul- A música de Florianópolis com Josué Irineu Silva


O violonista, cantor e compositor Josué Irineu da Silva e artistas convidados apresentam o show “Delícia do Sul – A Música de Florianópolis”, dias 4, 5 e 6 de julho, às 20:30h, no Teatro da UFSC. O show combina ritmos como a marchinha, a canção, a modinha, a balada, o samba-canção e o chorinho, com repertório dos autores e compositores catarinenses Josué Irineu da Silva, Neco, Reginaldo Monticelli, Mirandinha, JALLuna, Luiz Henrique Rosa, Victor Sotto, Rolando Mello, Reizinho, Oswaldo Ferreira de Mello e Regina Rosa. Josué (violão/voz) se apresenta com Marcelo Frias (bateria), Jean (baixo acústico), Edmilson (trumpetes) e Espíndola (flauta e sax). Haverá também as participações especiais do músico e compositor Neco e da cantora Thaise Silva.
Sobre o espetáculo, Josué escreve: “Não apenas o resgate de 38 anos de música e vida artística é a finalidade do show Delícia Do Sul, como também a divulgação, o reconhecimento de talentos, de nossos compositores e poetas. Não apenas o resgate da convivência com artistas catarinenses de todas áreas, como a demonstração de amor e agradecimento a esta terra, meu berço natural, onde desejo continuar a ver, a falar, a cantar, respirar e viver intensa e dignamente.”
O músico ensaia um depoimento com nomes de músicas do repertório: “O ‘Belo’ nisso tudo é que acredito na importância do registro da minha obra e de outros artistas de vários universos, como uma maneira simples e prática de manter vivo o ontem, o hoje e o amanhã, para os meus e os tantos herdeiros do nosso esforço. Por isso, a insistência do ‘Chorinho’, para que possamos usufruir, ouvir, cantar e divulgar nossa ‘Delícia Do Sul’, repleta de ‘Coisas Do Mar’ e ‘Gaivota Da Ilha’.”
Os ingressos estão à venda na Sede da Camerata Florianópolis e na Loja All Top Music, no Shopping Iguatemi. A meia entrada será vendida aos estudantes logo antes das apresentações, no Teatro da UFSC. O show tem apoio cultural da Suporte & Inovação Interiores e Valle Da Informática Equipamentos/Suprimentos/Serviços.

SERVIÇO
O QUÊ: Show Delícia do Sul – A Música de Florianópolis, com Josué Irineu da Silva e músicos convidados
QUANDO: Dias 4, 5 e 6 de julho, às 20:30h
ONDE: Teatro da UFSC, praça Santos Dumont, bairro Trindade
QUANTO: R$15 e R$5 (estudante)ONDE COMPRAR: Sede da Camerata Florianópolis, Rua Joe Colaço, 708 – Santa Mônica. Tel: 3233-2324Loja All Top Music, Shopping Iguatemi, 1º piso. Tel: 3234-0223
Ingressos para estudantes serão vendidos no Teatro da UFSC, na hora do show.
CONTATO: Josué (48) 9617-8143, DAC (48) 3721-9348 e 3721-9447

Fonte: Adriana Seguro, Assessoria de Imprensa DAC - SECARTE - UFSC.
Escute a música Delícia do Sul aqui no Blog do Mercado :

Vídeo clip: Stongas y Congas em Peixes de aquário

O Halem Guerra Nery do Instituto Ambiental Ecosul repassou um vídeo editado para a ONG pelo Kiko Ortiga que ficou genial. Com a palava o senador Halem:
"Parceiros, peguei a música "Peixe de aquário" do grupo Stonkas y Congas de uns amigos daqui de Floripa que tinha em minha CDteca e o Kiko musicou e editou o vídeo "Fish" que recebi há um tempo atrás. A música encaixou como uma luva no clip que fará parte das palestras do nosso programa educativo. Se alguém souber a autoria ou origem do vídeo, por favor, informe para complementarmos os créditos. Tenho a lembrança de ter lido em algum lugar que foi exibido num festival de curtas metragens em algum país". Veja o vídeo clip abaixo:


video

quarta-feira, 2 de julho de 2008

Blog do Mercado Público no jornal A Fonte


O Jornalista Fernando Oliveira, editor do Jornal A Fonte, está modernizando e ampliando o jornal. Agora o jornal será quinzenal e terá oito páginas a mais. Entre elas haverá uma exclusiva do Mercado Público onde teremos uma Coluna, baseada no nosso blog e os assuntos que discutimos com a turma do mercado.
O jornal com a página do mercado sai essa semana !

Veja a matéria que ele fez na última edição do jornal sobre o Bar do Spinoza:http://www.jornalafonte.inf.br/online/48/11.htm

Flagrantes do show do Portal do Choro no Rancho Beira Mar









Por Marcio Vieira

Fui assistir com amigos ao show do Grupo PORTAL DO CHORO no Rancho Beira Mar (na Avenida Beira Mar em frente ao Koxixos). Além do bom gosto musical, a apresentação do grupo está muito profissional. O grupo de choro e MPB tem apresentações marcadas para o dia 5 de julho no Bar Varandas (Avenida das Rendeiras na Lagoa) e no Cine York (Centro histórico de São José) no dia 11 de julho.

Na foto do grupo: Nane Mello, Tânia Mayer, Leandro do Bandolim, Laércio do Cavaco, José Carlos Mello, Cláudio do Pandeiro Rui do Clarinete e João Paulo Souza.

Fotos da fotógrafa Fátima Damaceno
e-mail: fatimafotos@ibest.com.br