quarta-feira, 27 de abril de 2011

Aniversário do Reizinho



Sueli Ramos e Banda neste dia 29 de abril



SHOW ENCONTRO COM VINICIUS


Cinco mulheres marcaram um encontro com a música e a poesia de Vinicius de Moraes. Assim nasceu o Sarau da Chiquinha com as instrumentistas Tatyana Jacques (violoncelo), Iara Germer (vocal), Silvia Beraldo (sax e flauta), Carol Miranda (bateria) e Denise de Castro (piano e voz), todas com carreiras individuais e trabalhos importantes na cena musical da cidade. Neste show de estréia apresentam as várias fases da obra musical do poeta, suas famosas parcerias com Tom Jobim, Edu Lobo, Carlos Lyra, Baden Powell e o amigo inseparável Toquinho. Músicas que marcaram toda uma geração que devem ser relembradas por uns e descobertas por aqueles que ainda não mergulharam no universo das palavras e canções do grande Poeta.

Serviço:

Data: 30/04 - 21:30 hs

Local: Ponto de Vista Bar e Restaurante - Rod. Jorn. Manoel de Menezes 1747

Praia Mole - Florianópolis / SC

Reservas: (48) 3232-5207

Couvert: R$10,00

terça-feira, 26 de abril de 2011

Simpósio discute ações para valorização da cultura Mbyá-Guarani

Rica em símbolos que traduzem história, mitos e religiosidade, a arte Mbyá-Guarani transformou-se na principal fonte de renda das comunidades indígenas da Grande Florianópolis. Porém, os índios encontram dificuldades para vender os produtos de sua cultura e sofrem o preconceito de pessoas que os confundem com mendigos ou ambulantes. O assunto é um dos temas do Simpósio “Mbyá Rembiapo – Plano de Ação Integrada para Valorização da Cultura e Comercialização do Artesanato Mbyá-Guarani de Florianópolis”, que inicia nesta quarta-feira (27/04) com várias atividades. A abertura será às 18h30, na sede da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC).

O evento é organizado pela Prefeitura da Capital – por meio da Fundação Franklin Cascaes, Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial (COPPIR), e Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis (IPUF) – contando com o apoio da Fundação Nacional do Índio (FUNAI). A iniciativa visa à construção de parcerias para viabilizar programas e projetos que possam qualificar a produção e dinamizar a comercialização do artesanato Mbyá-Guarani, dando visibilidade à cultura desse povo, ainda pouco conhecida pela população em geral.

Durante dois dias serão realizadas exposições e oficinas, comercialização de produtos indígenas, além de um encontro para discutir ações em andamento e em planejamento, relativas às comunidades indígenas de Palhoça (Morro dos Cavalos e Maciambu) e Biguaçu, que utilizam a região central de Florianópolis como ponto de comercialização da produção.

Exposição e reflexão

Na quarta e quinta-feira, das 9h às 18h, na sede da Fundação Franklin Cascaes, no Forte Santa Barbara, serão realizadas oficinas coordenadas por integrantes das comunidades Mbyá-Guarani, envolvendo brincadeiras, jogos, histórias canto, dança e confecção de artesanato. A visitação é aberta a escolas, mediante agendamento pelo telefone (48) 3324-1415, na FCFFC.

Haverá também exposição e comercialização de artesanato indígena tais como cestos e balaios, esculturas e adornos, entre outros objetos. O Forte Santa Bárbara também vai abrigar a exposição fotográfica “Articulando Saberes: possibilidades de diálogos na escola Indígena Itaty da Aldeia Mbyá-Guarani do Morro dos Cavalos”. A mostra é organizada pela pesquisadora Marliese Vicenzi, do Núcleo de Estudos sobre Identidade e Relações Interétnicas, da Universidade Federal de Santa Catarina.

Na quinta-feira, das 14h às 18h, acontece uma reunião de trabalho na Casa da Memória, no Centro, envolvendo lideranças Indígenas Mbyá-Guarani e representantes de instituições municipais, estaduais e federais.

Herança ancestral

A sociedade Mbyá-Guarani pertence à família Tupi-Guarani e adota o dialeto Mbyá. Os Guarani estão subdivididos em três grupos étnicos: Ñandeva (Xiripá), Kayová pó Pai e os Mbyá, que têm uma história milenar, segundo a tradição oral da tribo. Para os Mbyá-Guarani, os deuses criaram os homens e deram a eles o conhecimento para viver em comunidade, com harmonia nas aldeias (Tekoas) e acreditam que o universo está povoado em parte por almas sagradas e também por almas perigosas.

Os Mbyá-Guarani possuem uma forte espiritualidade, onde a cultura se expressa por meio de rituais e da transmissão do conhecimento com base na oralidade. Os índios dessa etnia buscam a “Terra Sem Males”, o paraíso onde será possível viver na plenitude dos costumes e da tradição, respeitando a harmonia com a natureza.

Serviço:


O Quê: Simpósio “Mbyá Rembiapo - Plano de Ação Integrada para Valorização da Cultura e Comercialização do Artesanato Mbyá-Guarani de Florianópolis

Quando: quarta e quinta-feira (27 e 28/04)

Onde: Forte Santa Bárbara – sede da Fundação Franklin Cascaes

*Abertura do simpósio na quarta-feira (27/04), às 18h30

*Exposição fotográfica, comercialização de produtos e oficinas de arte indígena

na quarta e quinta-feira (27 e 28/04) – das 9h às 18h

Onde: Casa da Memória – Rua Padre Miguelinho nº 58 / Centro

*Reunião de Trabalho na quinta-feira (28/04) – das 14h às 18h
Quanto: gratuito


Fonte:
Dieve Oehme
Assessoria de Comunicação FCFFC
(48) 3324-1415 - ramal 213
(48) 9962-1069
imprensa.ffc@gmail.com
http://portal.pmf.sc.gov.br/entidades/franklincascaes

Intensa programação cultural na UFSC

Projeto 12:30, com a banda Jato de Areia
Dia 27/04, quarta-feira, na Concha Acústica da UFSC. Gratuito e aberto
à comunidade.
Veja a notícia completa em
http://noticiasdodac.blogspot.com/2011/04/banda-jato-de-areia-no-projeto-1230.html


Projeto 12:30 Acústico, com o Trio Karibu
Dia 28/04, quinta-feira, no Teatro da UFSC. Gratuito e aberto à
comunidade.
Veja a notícia completa em
http://noticiasdodac.blogspot.com/2011/04/projeto-1230-acustico-recebe-trio.html


Estreia do filme A antropólogo, de Zeca Nunes Pires
Dia 29/04, sexta-feira, em Salas Comerciais de Cinema de Florianópolis
Veja a notícia completa em
http://noticiasdodac.blogspot.com/2011/03/estreia-do-filme-antropologa-de-zeca.html


Peça teatral ?Livres e Iguais?, do grupo ?Teatro Sim... Por Que
Não?!!!?
De 29/04 a 29/05, de sexta a domingo, sempre às 20h30, no Teatro da
UFSC, ao lado da Igrejinha. Praça Santos Dumont, Trindade,
Florianópolis-SC.
Veja a notícia completa em
http://noticiasdodac.blogspot.com/2011/04/livres-e-iguais-volta-ao-teatro-da-ufsc.html


Fonte: [CW] DAC: SECARTE: UFSC ? www.dac.ufsc.br

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Judas da Paz 2011

Hoje à tarde estaremos na praça confeccionando o Judas. Amanhã, Mercado Público.
Kiko


Farra do Judas

Judas da Paz 2011

Pelo 3º ano consecutivo, será realizada a “Farra do Judas” ou "Judas da Paz". Um boneco representando Judas será amarrado num poste no centro de Florianópolis no dia 23 de abril, sábado de Aleluia e os transeuntes terão a oportunidade de escrever nas suas vestes quem representa atualmente o Judas para si, entre outras brincadeiras.

A "Farra do Judas" já se tornou tradicional no sábado de Aleluia em Florianópolis e diferentemente da brincadeira de Judas tradicional, o "Judas da Paz" não é judiado, malhado nem farreado, devido à conotação de paz e não violência para a qual foi idealizado.

O "Judas da Paz" é também um contraponto à cruel "farra do boi" ainda praticada em algumas comunidades do litoral catarinense durante a Quaresma, quando alguns adeptos transferem para o boi a personificação do Judas.

Dia 23.04.2011

Sábado de Aleluia

Em frente ao Camelódromo e à entrada do Mercado Público

Centro de Florianópolis

Contatos: Henrique (Kiko) Ortiga: 48-9607.3133 (Tim)

Halem Guerra : 48-9934.0880 (Tim)

terça-feira, 19 de abril de 2011

Veja um pouco do espetáculo de lançamento do Show na Garganta do Artista de Rodrigo Piva no TAC no último dia 14 de abril.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Portal do Choro na Choperia Essencial e no Quiosque da Brahma



O Grupo Portal do Choro estará se apresentando na 4ªfeira, dia 20 de abril, das 22:00h até à 1:00h da manhã, na "Choperia Essencial", na entrada do trevo de Santo Antonio de Lisboa. Para quem não conhece a casa, não é necessário passar por baixo do viaduto, pois fica logo a direita. O lugar é muito agradável, com ar condicionado central, chopp bem gelado, petiscos muito gostosos e claro, o som especial do Portal do Choro. Ótima dica para véspera de feriado!
Couvert artístico: R$ 10,00

Ah! Já no sábado é a vez do "Quiosque da Brahma" no Shopping Itaguaçu, a partir das 12:30h, na tradicional feijoada!

Maiores informações: Tania Meyer
Componente do Grupo Portal do Choro
http://www.portaldochoro.mus.br/
(48) 9969-1793

sexta-feira, 15 de abril de 2011

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Fundo Municipal de Cultura: reunião sábado dia 14 de abril

14 abril 2011 - CarnavalescoSC

Professora Fátima Costa Leite encaminha o convite para a reunião de sábado (15/04), do Conselho Municipal de Política Cultura, que terá a participação da coordenadora do conselho, Marta César, para esclarecer sobre o Fundo Municipal de Cultura. Fátima lembra que é uma ótima oportunidade para as agremiações carnavalescas conhecerem sobre a nova modalidade de apoio financeiro às atividades culturais na capital. Evento será realizado a partir das 15h, na sede do Sinjusc, na Av. Mauro Ramos, 448, Centro da capital catarinense.

“Convite

Convidamos a todos e a todas, militantes, artistas, professores, oficineiros, e produtores de cultura afro da cidade de Florianópolis, para se reunirem no dia 16 de abril de 2011 às 15h, na sede do SINJUSC, à Avenida Mauro Ramos, 448, Centro, em razão de discutirmos e formularmos propostas para o Fundo Municipal de Cultura de Florianópolis. Contaremos com a presença da companheira Marta César, coordenadora do Conselho Municipal de Cultura que dará esclarecimentos sobre o Plano Municipal de Cultura, no qual está incluído o Fundo Municipal de Cultura. Em linhas gerais:

1) Plano Municipal de Cultura: documento que será encaminhado para a Câmara Municipal de Florianópolis para se tornar Lei. Nele estarão dispostos tanto o diagnóstico do atual estado das coisas no setor cultural quanto os desafios e necessidades vindouras. Ele definirá as prioridades para as políticas públicas para os próximos 10 anos. Estamos num momento delicado de organização de idéias e de levantamento do diagnóstico. Por conta das diversas reuniões expandidas que cada área já realizou (menos o audiovisual) e também em razão das demandas recolhidas na 1ª Conferência Municipal de Cultura, a porção do Plano que abordará as necessidades e desafios já está relativamente avançada. Ainda temos muito trabalho pela frente.

2) Fundo Municipal de Cultura: lançado no último dia 31 de março, com o aporte de R$ 1.200.000,00. Trata-se de uma das reivindicações mais antigas do setor cultural, primeiro item relacionado no documento final tirado na 1ª Conferência Municipal de Cultura (assinado por mais de 200 entidades). Desses R$ 1.200.000,00, 30% do valor irá para editais públicos a serem criados pela Fundação Franklin Cascaes e 10% serão correspondentes aos custos administrativos do Fundo (contratação de jurados, divulgação, etc.). O restante do valor será disponibilizado também por meio de Editais Públicos. Inicialmente, está previsto na Lei nº 8.478/2010 (que criou o Fundo Municipal de Cultural), as seguintes áreas para serem atendidas pelo Fundo:

“I – realização de projetos de artes visuais (pintura, desenho, gravura, escultura,fotografia, instalação, performance, arte digital, arte pública perene ou efêmera, mostrascoletivas/itinerantes);II – realização de projetos na área de música (formação, produção e difusão);III – realização de projetos nas áreas de teatro, circo e ópera (formação, produção edifusão);IV – realização de projetos na área de dança (formação, produção e difusão);V – realização de projetos na área de livro e leitura (publicações de livros, revistas,jornais, catálogos de arte e de cultura imaterial, programas de formação de leitores,veiculação de literatura em meio digital);VI – realização de projetos na área de cultura popular, folclore e artesanato;VII – realização de projetos na área de patrimônio histórico e arquitetônico;VIII – realização de pesquisa (arqueológica e/ou antropológica), levantamentosqualitativos e/ou quantitativos nas áreas listadas nos incisos I, II, III, IV e V,indicadores, estatísticas de acesso aos bens culturais locais, seminários, conferências,publicações de anuários setoriais;IX – realização de projetos nas áreas de radiodifusão e novas mídias; eX – realização de cursos de caráter artístico e cultural destinados à formação,especialização e aperfeiçoamento de pessoal na área de cultura em instituições públicase/ou privadas sem fins lucrativos”.

Mais informações

(48) 3237 5495/ 9997 6799 / capoeiramestrepop@gmail.com

Seminário de Tecnologia da ADVB/SC fala sobre gestão de informações e redes sociais

Evento aconteceu dia 13 de abril, no SENAI Florianópolis e reuniu três grandes especialistas no assunto.


Os experts em tecnologia Wilton Tamane, Tadeu Cruz e André Saito participaram na noite de ontem, dia 13 de abril, em Florianópolis, do Seminário de Tecnologia promovido pela ADVB/SC. Cerca de 130 pessoas acompanharam as palestras que trataram de temas atuais e pertinentes às empresas que pretendem profissionalizar o processo de gestão e organização de informações, além de aprenderam a utilizar as redes sociais a seu favor, tornando-se uma empresa inovadora. “Assim como os demais seminários e cursos oferecidos pela ADVB/SC, este também veio para capacitar o nosso empresariado, fazendo com que o Estado de Santa Catarina continue crescendo economicamente”, esclareceu a presidente da ADVB/SC, Maria Carolina Linhares.



Com 17 anos de experiência em Microfilmagem e especialização em digitalização de documentos, o diretor de desenvolvimento de Negócios na CNC Solutions, Wilton Tamane foi o primeiro a palestrar. Tamane falou sobre organização e gestão de informações para sustentar organizações inovadoras e iniciou a sua apresentação dizendo que qualquer empresa que não cuida da sua informação tem um grande problema nas mãos. O diretor defende que todas as informações devem ser digitalizadas e documentadas em um arquivo virtual, no qual todos da organização possam acessá-los de qualquer lugar a qualquer momento. “Se a informação não chega no tempo certo, o funcionário não tem como produzir e a empresa acaba perdendo o time do negócio. Além disso, a desorganização das informações eleva o custo do trabalho, pois a produção torna-se pequena”, explicou.



Tamane comparou, ainda, o processo de gestão da informação ao da produção de um bolo, no qual o chefe de cozinha é o funcionário, o ingrediente é a informação e a receita é o processo, ou seja, para produzir um bolo você precisa de todos esses elementos e se eles não estiverem à mão não é possível fazer o bolo. “Em uma empresa o pensamento deve ser o mesmo. Se eu tenho o funcionário, a informação, mas não tenho o processo, por exemplo, eu não tenho como administrar o que eu possuo”, analisou Tamane. Para ele, todas as informações e processos antigos ou recém gerados devem ser armazenados em um só local digital, no qual todos tenham acesso e possa haver uma interação, uma troca de idéias entre todos. O diretor da CNC Solutions ressaltou, ainda, que atualmente tudo está caminhando para o digital e que hoje não deve haver um local específico para acessar documentos, ele tem que poder ser acessado de qualquer lugar e citou o IPAD como uma boa ferramenta para isso. “A empresa que não possui esse formato de trabalho, não está preparada para a inovação”, concluiu.



O professor e consultor da CNC Solutions Tadeu Cruz, que possui mais de 37 anos de experiência em Tecnologia da Informação e outros 24 em Qualidade e Desenvolvimento Organizacional foi o segundo a palestrar. Cruz falou sobre como transformar organizações rígidas em organizações inovadoras e afirmou que o primeiro passo para isso é implantar uma cultura organizacional nas empresas que permita transformar as informações que estão em papel em informações digitais. “A organização é composta de pessoas, processos e tecnologia e temos que fazer com que as pessoas possam se organizar através da tecnologia” comentou.



Cruz também defendeu em sua palestra o modelo de estrutura em rede que vem sendo utilizado por grandes empresas, através do qual todos os funcionários são iguais, o que muda é a responsabilidade que cada um possui. “O Google, por exemplo, paga 25% da hora de cada funcionário para que ele faça o que quiser. Isso é um modelo de empresa inovadora”, ressaltou. O professor citou também o exemplo das franquias que vendem aos seus franqueados nada mais do que processos documentados em arquivos digitais. “O franqueado saberá como agir através dos processos que recebe. Todas as franquias utilizam o mesmo processo, as informações estão todas lá armazenadas em um arquivo digital”, explicou e complementou que os processos são importantes, principalmente, na motivação dos funcionários, pois funcionam como um planejamento.



A última palestra ministrada pelo professor e coordenador do SENAC/SP e Ph.D em Ciência do Conhecimento, André Saito falou sobre redes sociais, colaboração e inovação. Saito iniciou a apresentação apontando algumas redes sociais não tão difundidas como o twitter e o facebook, mas que já possuem muitos adeptos como: o Whats App, serviço de mensagens móvel e compatível com diferentes plataformas; Four Square, aplicativo que permite que você indique em que lugar está através do celular; e o Social Cast, ferramenta para criação de microblogs corporativos que permitem uma melhor comunicação entre os funcionários ou membros de um projeto. “Estamos saindo da era industrial e indo para uma era em rede. Participamos agora de uma cultura colaborativa, na qual existe uma crescente produção e compatibilidade de informações”, ressaltou Saito.



Saito também citou exemplos de culturas digitais criadas com a expansão das redes sociais, como a interação distribuída, ou seja, se eu faço um post no meu blog, twitter ou facebook eu quero que as pessoas comentem sobre ele e é isso que estimula a troca de idéias. “Os comentários fazem com que a pessoa tenha mais vontade de postar, por que as redes sociais dão poder de voz”, analisou. Outro exemplo é o da criação coletiva que surge a partir da colaboração e competição entre indivíduos, um exemplo disso, segundo Saito, é um site que vende camisas e estimula que seus compradores e admiradores criem estampas “A idéia é deixar as pessoas interagirem com a empresa e não somente vender para elas”, explicou. Saito defendeu ainda a utilização das redes sociais nas organizações. “O compartilhamento e a troca de informações através das redes sociais é importante para a inovação de uma empresa. Nas redes podemos encontrar o que há de mais atual”, concluiu.



Assessoria de Imprensa ADVB/SC

Jornalistas responsáveis: Juliana Pamplona e Karyna Pereira

Hoje tem Roda de Choro no Emporio Mineiro



quarta-feira, 13 de abril de 2011

Programação da Semana - Bar dos Açores

Nesta semana, como é de costume, o Bar dos Açores apresenta ótimas opções para quem gosta de curtir o melhor da música brasileira:


13/04/2011 REINALDO TUNNES & MARCELO FRIAS (MPB/POP)

14/04/2011TEMPERO BRASILEIRO (SAMBA DE RAIZ)

15/04/2011 MARLY MATTOS & GARCIA & DECO (MPB/SAMBA/POP)

16/04/2011 TERENCE MARTINELLI & ANDRÉ (MPB)

17/04/2011 RONNE VALENÇA & ANDRÉ (MPB ECLÉTICO/SAMBA)

BAR E RESTAURANTE AÇORES

SANTO ANTONIO DE LISBOA – FPOLIS

Rua Cônego Serpa, 20 – ao lado da Igreja.

Reservas e maiores informações: (48) 3235.1377

domingo, 10 de abril de 2011

Rodrigo Piva lança o álbum "Na Garganta do Artista" 14/04 no TAC


O compositor e músico Rodrigo Piva lança seu terceiro álbum "Na Garganta do Artista", no dia 14 de abril, no TAC (Teatro Álvaro de Carvalho), às 20 horas, e vai contar com a participação especial do músico e arranjador Cristovão Bastos, consagrado em parcerias com Chico Buarque, Paulinho da Viola, Nana Caymmi, Gal Costa, Edu Lobo, entre outros. No palco muita brasilidade com samba, choro, xote e bossa nova e as vozes de duas cantoras que despontam no cenário musical: Izabela Soares e Juliana Moura. Acompanham Rodrigo Piva (voz e violão) no show, os músicos Luiz Sebastião (violão 7 cordas e direção musical), Rogério Piva (bandolim e guitarra), Carlos Ribeiro Junior (baixo elétrico e acústico), Chico Camargo (cavaquinho), Mauro Borghezan (bateria), Eduardo da Costa, Eduardo Seara e Alexandre DaMaria (percussão). O show contará ainda com algumas surpresas tecnológicas preparadas pelo produtor Nani Lobo e com o talento do artista plástico Roberto Bieto. Gaúcho de nascimento e manezinho de alma, Rodrigo, 47 anos, encontrou em Florianópolis seu caminho musical próprio: aquele que o leva à universalidade de seu som, sem regionalismos. O compositor mostra seu bom humor nas canções Tango do Pelego e Não Adianta Pedir, em que brinca com a lei seca que transformou (ou tenta transformar) os costumes do brasileiro em relação à bebida. Rodrigo faz uma declaração de amor à cidade que o acolheu com a bossa Você já foi a Floripa e homenageia os instrumentistas com Choro Guia. O samba Destaque para Na Garganta do Artista, que dá nome ao CD, Dans Tes Yeux, com a participação de Izabela e Samba no Segundo Andar, uma homenagem aos mestres Noel Rosa, Jacob do Bandolim e Cartola. Aos 12 anos Rodrigo já acompanhava o avô, o sambista Túlio Piva, em shows e festivais. “A música instrumental sempre me interessou, pois comecei a carreira musical tocando no grupo de choro Vibrações, e estas influências estão muito presentes neste trabalho”, finaliza Rodrigo Piva.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

A MELHOR FESTA ÁRABE DE FLORIANÓPOLIS!!

FESTA DO CAMELO, o retorno
www.festadocamelo.com.br


A MELHOR FESTA ÁRABE DE FLORIANÓPOLIS!!

dia: 10/04/2011 - domingo
das 11:00 às 20:00 hs
Local: Absoluto Chopp Bar - av. Prefeito Osmar Cunha, 313 - Centro - Florianópolis / SC

Almoço Árabe (open food)
Open Bar
Shows Árabe - Náiade Scharkey, Fernando Scharkey, Khaled, DJ's Murad e Ramadan, Dança do Ventre
Narguilé
Sorteio de brindes (Narguilé, Hata)
Show Sertanejo Fábio e Max

Informações: www.festadocamelo.com.br

Ingressos: (48) 9956 3079 / (48) 3035 4564



Palestina livre!
Viva a Intifada! Resitência até a vitória!
Comitê Catarinense de Solidariedade ao Povo Palestino
"Um beduíno sozinho não vence a imensidão do deserto, é preciso ir em caravana"
www.vivapalestina.com.br
www.palestinalivre.org

quarta-feira, 6 de abril de 2011

“Hernani Hulk”: exibição no Baiacu de Alguém quinta-feira

“Hernani Hulk”: exibição no Baiacu de Alguém quinta-feira
6 abril 2011 - CarnavalescoSC


Documentário “Hernani Hulk, 25 anos no comando da folia da capital”, será exibido na quinta-feira, 7 de abril, às 20h, no Cine Clube Pescadores da Cultura, no Baiacu de Alguém, em Santo Antônio de Lisboa. Exibição é a primeira aberta ao público e tem entrada gratuita.

O documentário foi produzido para homenagear os 25 anos de reinado de Hulk, o segundo Rei Momo de Florianópolis, pela prefeitura da capital com apoio do governo do Estado. Participaram do registro além de Hulk rainhas, princesa, amigos e familiares. Saiba mais:

Hernani Hulk, 25 anos no comando da folia da capital

Hernani Luís Barbosa, o Hernani Hulk celebra em 2011, 25 anos como Rei Momo de Florianópolis. Nasceu em Blumenau em 28 de setembro de 1955. É torcedor do Figueirense e hoje já não sabe mais dizer por qual escola de samba ou bloco carnavalesco torce. O carnaval é a maior paixão, iniciada em meados da década de 70 quando ele participava dos tradicionais blocos de sujos da capital. Em 1986 passou a ocupar o posto de Lagartixa, o Rei Momo que por mais de 40 anos comandou a Folia em Florianópolis. Rainhas, Princesas, casais de Cidadão e Cidadã Samba, amigos a família e ele próprio contam essa história de sucesso e felicidade.

Hernani Hulk, 25 anos no comando da folia da capital é uma realização da Prefeitura Municipal de Florianópolis

Dário Elias Berger

Prefeito

Márcio de Souza

Secretário Municipal de Turismo

www.pmf.sc.gov.br

APOIO

Governo do Estado de Santa Catarina

Raimundo Colombo

Governador

Cesar Souza Júnior

Secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte

www.sc.gov.br

Ideia: Adilson Coelho (in memoriam) e Jaqueline Aranha

Produzido por Encantaarte Produções Audiovisuais e Eventos

www.encantaarte.com.br

Carla Cavalheiro (direção e roteiro)

Gringo Starr (direção, imagens e fotografia)

Camila Spolti (produção e pesquisa)

Fred Sussekind (edição e finalização)

Rubens Flôres (fotografia, locução e pesquisa)

Jefferson Sodré (criação capa/rótulo)

Simone Corrêa (direção comercial) / Gravação áudio: Onda Sonora – www.ondasonora.com.br

Agradecimentos: Jaqueline Aranha, Dieve Oehme, Cristiani Pereira, Evandro Oliveira, Marja Nunes, Emileni Barbosa, Peterson Luiz Peres Machado, Douglas Narciso (estúdio Onda Sonora), Administração do Palácio Cruz e Souza, RBS TV e funcionários, TV Barriga Verde e funcionários.

Dedicado a Adilson Coelho, que mesmo ausente, esteve presente durante a elaboração deste trabalho

Duração: 68min – Português – Documentário – Cor – Livre

Inclui: acervo fotográfico e de imprensa

Florianópolis, fevereiro de 2011 – Brasil

terça-feira, 5 de abril de 2011

Rendeiras de Florianópolis participam de encontro nacional em Brasília



A renda de bilro de Florianópolis estará na vitrine do Mercado Brasil de Rendas e Bordados, que acontece de 7 a 10 de abril, no Foyer da Sala Villa Lobos, no Teatro Nacional de Brasília. O encontro vai reunir durante quatro dias cerca de dois mil artesãos de 15 comunidades situadas nas regiões Sul e Nordeste do Brasil, atendidas pelo Programa de Promoção do Artesanato de Tradição Cultural (Promoart), do Ministério da Cultura. A participação do município no evento tem a parceria da Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC) e Casa dos Açores Ilha de Santa Catarina.

Além de exposição, com a venda de produtos revertida para as comunidades envolvidas, haverá também mostra de documentários e demonstrações do fazer artesanal de cada polo produtor. O encontro visa revelar a diversidade do artesanato brasileiro e divulgar as diferentes técnicas de produção existentes, fomentando o intercâmbio cultural entre rendeiras e bordadeiras dos estados do Piauí, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas, Sergipe e Santa Catarina.

O Mercado Brasil de Rendas e Bordados é uma realização do Ministério da Cultura e do Instituto do Patrimônio Histório e Artístico Nacional (IPHAN), por intermédio do Promoart+Cultura. O evento conta com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Secretaria de Cultura do Governo do Distrito Federal / Teatro Nacional.

Tradição cultural

O Promart é realizado em nível nacional pela Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro (Acamufec), por meio de convênio com o MinC, contando com parceria institucional do BNDES e gestão conceitual e metodológica do Centro Nacional do Folclore e Cultura Popular/Departamento de Patrimônio Imaterial/IPHAN. Em Florianópolis, o programa tem como parceiros a Casa dos Açores Ilha de Santa Catarina e a Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes (FCFFC), que administra o Casarão das Rendeiras para preservação dessa tradição cultural.

Lançado há alguns dias, o Casarão das Rendeiras é o Centro de Referência da Renda de Bilro de Florianópolis, que funciona integrado às ações do Promoart+Cultura. O espaço abriga exposição de produtos de referência cultural e oficinas permanentes para repasse de saberes tradicionais. Conta ainda com biblioteca de referência, centro museográfico, com acervo de fotos, vídeos e folhetos, entre outros materiais e loja de produtos confeccionados pelas rendeiras de Florianópolis.


Polos participantes do Mercado Brasil de Rendas e Bordados


Barreirinha/MA (produtos feitos em fibra de buriti)

Raposa/MA (técnica de renda de bilro)

São Luis/ MA (bordados com miçangas e paetês - contexto do bumba-meu-boi)

Morros da Mariana/PI (técnica de renda de bilro)

Icapuí/CE (técnica de labirinto)

Alcaçuz, no município de Nísia Floresta/RN (peças de renda de bilro)

Campo de Santana, em Nísia Floresta/ RN (peças de labirinto)

Timbaúba dos Batistas/RN (peças de renda renascença)

Chã dos Pereira/PB (técnica de renda labirinto)

Marechal Deodoro/AL (peças feitas em renda filé, labirinto e singeleza)

Ilha do Ferro, no município de Pão de Açúcar/AL (peças de bordado boa noite)

Divina Pastora/SE (peças de renda irlandesa)

Poço Redondo/ SE (peças feitas em redendê, ponto cruz e renda de bilro)

Itaiópolis/SC (bordados feitos segundo a tradição ucraniana)

Florianópolis/SC (peças de renda de bilro)

Serviço:

O Quê: Mercado Brasil de Rendas e Bordados

Quando: 7 a 10 de abril de 2011, das 11h às 21h
Onde: Foyer da Sala Villa Lobos do Teatro Nacional

Setor Cultural Norte - Ed. Teatro Nacional, s/n° – Brasília, DF.
Quanto: entrada franca


Realização
Promoart + Cultura (Ministério da Cultura, Iphan, Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular e Associação Cultural de Amigos do Museu de Folclore Edison Carneiro)


Fonte:

Dieve Oehme
Assessoria de Comunicação FCFFC
(48) 3324-1415 - ramal 213
(48) 9962-1069
imprensa.ffc@gmail.com
http://portal.pmf.sc.gov.br/entidades/franklincascaes

Nenhuma camisa vale mais que uma vida

Esteves Junior

Sou contra toda e qualquer violência. Quem me acompanha sabe que para mim futebol e Avaí não estão acima de tudo. Uso sempre muito mais a razão do que a paixão nas minhas palavras. Quem me conhece sabe muito bem disso.

Não fui ao estádio ontem. Por isso não comentei nada a respeito na postagem anterior. Esperei estar ciente de todos os fatos.

Na minha opinião essa violência irá diminuir bastante quando medidas criminais forem adotadas. De nada adiantará a pena continuar a ser não poder entrar ao estádio por um período de tempo. Isso quando conseguem identificar.

Claro que o que mais choca é a história das duas crianças, mas antes do clássico já houve violência causadas por torcedores de organizadas dos dois clubes.

Grande parte desta violência são causados por quem? Por torcidas organizadas. Já fizeram muita coisa, inclusive cadastramento na Federação Catarinense de Futebol. E serviu para que? Alguém sabe a resposta?

Se conseguimos ir ao cinema, ao supermercado, ao shopping, ao colégio, caminhar aproveitando o sol, ir à praia, ir a um barzinho, etc, por que não conseguimos ir ao um estádio de futebol?

Sempre que algo como o de ontem acontece, lembro de um episódio em maio de 2009, quando dois jovens torcedores morreram por causa de brigas durante o Campeonato Metropolitano de Basquete no Uruguai. Lá o basquete é tipo o futebol para nós. Após essas mortes, todas as competições de basquete, em todas as categorias, por todo o país, foram suspensas. Apenas um mês depois foi permitido o retorno dos jogos, mas antes disso a Federação Uruguaia de Basquete sabia que tinha que passar uma mensagem forte para que outras mortes não mais acontecessem. A mensagem é esta que está no título desta postagem e o vídeo a seguir deveria ser visto por todos que são apaixonados por um clube.

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=tdfac5OQZ4k#t=0s

Você consegue imaginar isso acontecendo aqui no nosso futebol? Pra que ficar esperando que essa seja a única alternativa? Entendo que já passou a hora de uma mensagem como esta ser introduzida no nosso dia a dia.

http://globoesporte.globo.com/platb/estevesjunior/2011/04/04/nenhuma-camisa-vale-mais-que-uma-vida/













sexta-feira, 1 de abril de 2011

É hoje: Show Encontro com Vinícius


Cinco mulheres marcaram um encontro com a música e a poesia de Vinicius de Moraes. Assim nasceu a Banda Tipiti formada pelas instrumentistas Tatyana Jacques (violoncelo), Carol Miranda (bateria), Iara Germer (vocal), Silvia Beraldo (sax e flauta) e Denise de Castro (piano e voz), todas com carreiras individuais e trabalhos importantes na cena musical da cidade. Neste show de estréia apresentam as várias fases da obra musical do poeta, suas famosas parcerias com Tom Jobim, Edu Lobo, Carlos Lyra, Baden Powell e o amigo inseparável Toquinho. Músicas que marcaram toda uma geração que devem ser relembradas por uns e descobertas por aqueles que ainda não mergulharam no universo das palavras e canções do grande Poeta.

Serviço:
Show Encontro Com Vinicius
Dia: 01/04 Horário:20:00h
Local: Café Coisas de Maria João
Estrada geral de Sambaqui 1172
Informações: 91074457
Couvert: R$10,00